‘A gente foi vítima de Satanás’ , diz pastora após ser flagrada com outro em motel. Ela diz que Marido perdoou


Brasil – Um caso de traição em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, acabou repercutindo nas redes sociais nesta terça-feira (12). Nas imagens, o homem traído, que é pastor de uma igreja evangélica, encontra a mulher, também pastora, em um motel com o bispo da mesma igreja frequentada pelo casal.
Ao jornal local Lado B, a mulher desculpou-se e tentou justificar seus atos. “Foram erros, só que a culpa não é da gente. A gente foi vítima de Satanás para escandalizar e jogar o nosso nome na lama. Todo mundo foi usado pelo Diabo”, afirmou.
O casal está junto há 21 anos e, segundo a mulher, ela já foi perdoada. “Já aconteceu, não tenho como voltar atrás. Quem nunca errou que atire a primeira pedra. Enquanto a gente julga, estamos sendo julgados”, disse.
No vídeo publicado nas redes sociais, o bispo aparece se vestindo enquanto a pastora se esconde do marido no banheiro. O pastor arromba a porta para filmar a mulher e, de forma exaltada, afirma: “Você acabou com a minha vida, você destruiu minha família”.“Quem vai ficar apontando e criticando está se autoconcedendo, porque já nos acertamos. Aí, é cada um com Deus”,
Ainda, o pastor afirma que o vídeo “vai rodar Campo Grande inteiro” e que todo mundo ficaria sabendo da traição.
A divulgação de fotos e vídeos de nudez ou cena de sexo é considerada crime segundo o Código Penal Brasileiro. A pena para compartilhamento de vídeos íntimos vai de 1 a 5 anos de prisão.