Cão da GCM de Itupeva ajuda nas buscas por taxista que sumiu em Várzea Paulista

Segundo matéria do portal G1 as buscas para encontrar o taxista de Várzea Paulista(SP) Felix de Souza Silva, de 76 anos, serão reforçadas a partir desta quinta-feira (20) com a ajuda do cão farejador Max, do canil da Guarda Civil Municipal de Itupeva. O animal, da raça bloodhound, foi usado em 2018 na investigação da morte da menina Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, em Araçariguama (SP), e em 2019 na morte da jovem Aline Silva Dantas, em Alumínio (SP). De acordo com a Guarda Civil de Várzea Paulista, a GCM de Itupeva colheu um material com o cheiro do idoso na terça-feira (18). Felix desapareceu depois que saiu de casa a pé, por volta das 10h de sexta-feira, e não retornou mais. Atualmente, ele sofre de transtorno mental após ter sido submetido a uma cirurgia oftalmológica que comprometeu a sua visão.
Conforme a família, ele tinha uma consulta com um psicólogo marcada para esta semana e estava sendo assistido de todas as maneiras. A família ainda informou à Polícia Civil que o idoso não levou celular, carteira ou dinheiro. Ele vestia bermuda, camiseta e boné quando desapareceu.