Vaquinha! Escritor Itupevense faz campanha de financiamento coletivo para evento de lançamento de seu livro




 Mais uma vez o autor itupevense, Thales Mileto, e a sua obra, o romance “Relicário”, precisam da sua ajuda! Após uma campanha de financiamento coletivo que ajudou a pagar parte dos custos para o projeto editorial de “Relicário – um encontro para a vida”, lançado pela editora Viseu em 17 de agosto, a campanha de financiamento coletivo agora é para um evento de lançamento oficial do livro.



“É necessário que façamos pela cultura regional o que as pessoas fizeram por nós”, diz Thales explicando que a ideia do lançamento é de poder fomentar eventos culturais que reúnam o público e artistas regionais. Para o autor a região tem uma produção literária grande e que encontros como este são necessários para fortalecer a literatura em Itupeva e nas cidades vizinhas. 



“Para que essa ideia possa sair do papel precisamos mais uma vez do apoio do internauta, que é apreciador desta obra, ou simplesmente fomentador da arte, que acredita que colocar o seu dinheiro em eventos culturais não é desperdício e sim investimento, venha colaborar conosco”, diz o autor, chamando os amantes da arte a se engajarem nesta ação. 



O intuito do financiamento coletivo é arrecadar 3.500 reais para investir em materiais como: faixas, banners, convites e nos exemplares da obra para serem comercializadas no eventos.  



 As doações estão sendo feitas no link: https://www.catarse.me/vamos_ajudar_o_romance_relicario_a_ter_um_evento_de_lancamento_c72a?ref=project_link


 

O desafio pós Relicário



Desafio após desafio foi ficando para trás, desde escrever o romance entre os anos de 2015 e 2019, as primeiras edições e diagramações, a disputa do Prêmio kindle de Literatura em 2020, encontrar uma editora e ter o seu projeto aprovado por ela, realizar uma campanha de financiamento coletivo para ajudar a cobrir os custos para a publicação de Relicário, e o lançamento oficial da obra no meio de agosto deste ano, o desafio a ser enfrentado agora parece apenas mais um para o artista. 


Aos 32 anos, e escritor vem fazendo movimentos que buscam para emplacar tanto eventos culturais na região, quanto de divulgação de seu primeiro livro solo, após a publicação no final do ano passado da Antologia Florescer, no qual, possui com 3 contos de sua autoria, mais um poema. 


 

“Mesmo com algumas pesquisas mostrando as altas de vendas de livros, não é simples vender livro no Brasil, muito menos sobreviver como escritor, precisamos encontrar alternativas em conjunto para a maior divulgação de nossa obra e para começar a criar raízes dos movimentos culturais e artísticos em nossa região. 



O contrato com a Viseu será de 12 meses, no qual, a editora se compromete a distribuir de forma ilimitada a obra em todo países e em alguns países de língua portuguesa, além de metas, se o livro vender mais de 1500 exemplares o romance ganhará uma versão em audiobook, se o número for acima de 3 mil exemplares o livro ganhará uma versão no idioma inglês ou espanhol (a escolha fica por conta do autor).