Whatsapp e Instagram podem banir conta de quem manda nudes - Itupeva Agora

Agora

11/15/2021

Whatsapp e Instagram podem banir conta de quem manda nudes



Pode parecer mentira, mas o WhatsApp e o Instagram proibem em seus termos a veiculação de nudez, conteúdos que mostrem relações sexuais, genitais, nádegas totalmente expostas, fotos de mamilos femininos e crianças nuas ou parcialmente nuas. Nesse último caso, nem mesmo pais “com boas intenções”, como descreve o Instagram, podem publicar imagens de filhos sem roupa.

A nudez é proibida por conta dos usuários menores de idade (a partir dos 13 anos) que acessam a rede social, o que requer maior cuidado com os conteúdos veiculados. Além disso, o Instagram visa evitar que fotos e vídeos não autorizados sejam utilizados para vingança (revenge porn), propagação de pornografia infantil ou outros usos ilícitos. As diretrizes, no entanto, contemplam exceções. É o caso de fotos de cicatrizes causadas por mastectomia, mulheres amamentando e imagens de cunho artístico referentes a pinturas e esculturas.

O que acontece com meus nudes quando envio para alguém?

Infelizmente, muitas pessoas acreditam que uma foto enviada para outra pessoa não deixa lastros. Contudo, precisamos dizer o seguinte: se você bateu uma fotografia, vai demorar para ela sair do seu aparelho. Pior ainda: quando você envia para alguém, ela percorre diversos servidores na internet — e alguém pode interceptar essa foto no meio do caminho.

Ok, o WhatsApp tem criptografia de ponta a ponta por padrão, então temos uma boa ferramenta para enviar imagens. Por outro lado, o Facebook Messenger possui conversas secretas por criptografia, mas, infelizmente, ela não é ativada por padrão. Porém, como o analista da Kaspersky notou, o principal problema está na maneira como você armazena as imagens.

Tirou foto no celular? Evite vender o aparelho!

você tem imagens sensíveis no seu computador ou smartphone e quer vender o aparelho. Saiba que não basta apagar a imagem para ela desaparecer completamente, pois várias ferramentas conseguem recuperar uma foto deletada — uma delas, gratuita, é o Recuva. Por isso, o analista da Kaspersky comentou que também existem "ferramentas que permitem sobrescrever o conteúdo do arquivo antes da remoção" e que "o uso desta técnica, de maneira correta, impossibilita a recuperação do arquivo" — existem softwares das fabricantes que auxiliam no processo para apagar 100% os arquivos, e você pode saber mais sobre isso <a href="https://www.tecmundo.com.br/produto/119068-tutorial-apagar-forma-segura-dados-hd-ssd.htm">clicando aqui.</a>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas