Pai de um menino em idade escolar, influenciador gay quer mudança no sistema de matrículas: "Experiência constrangedora" - Itupeva Agora

Agora

11/03/2021

Pai de um menino em idade escolar, influenciador gay quer mudança no sistema de matrículas: "Experiência constrangedora"


Benjamin Cano contou que na hora de matricular seu filho havia apenas o nome do pai e da mãe

Na semana passada, a Secretaria de Educação de São Paulo alterou seu sistema de matrículas para acolher quaisquer tipos de filiação dos alunos. Mas, infelizmente, essa não é uma realidade na maioria das escolas do Brasil. Benjamin Cano, que é casado com o empresário Louis Plànes, se sentiu constrangido ao renovar a matrícula do filho do casal, Vinícius, de 4 anos, em uma escola particular do Rio. 

"Na filiação está o nome do pai e da mãe. O Vinícius tem dois pais. É uma experiência constrangedora. Eu até sugeri para a dona da escola. Acho um absurdo ter na filiação pai e mãe. Tem que contemplar todas as famílias. Estamos quase em 2022, mas ainda há muitos atrasos, disse o apresentador.

Benjamin conta que a dona da escola aceitou as mudanças. 

"Ela concordou comigo e disse que mudará o sistema. O Vinicius tem sorte de estudar em uma escola tão acolhedora e inclusiva. A mudança deve ocorrer em todas as escolas através de uma lei para que nenhum casal homoafetivo se sinta constrangido", pontua. 

A mudança no sistema de matrículas de escolas estaduais de São Paulo ocorreu após uma decisão da Justiça em uma ação movida por um casal homoafetivo que teve o nome de um dos pais inscrito no campo destinado à 'mãe' da criança. Agora, no campo respectivo de pai e mãe, constará filiação 1 e filiação 2, evitando constrangimentos. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas