Natal: Comércio de Jundiaí inicia horário especial a partir de quarta-feira (1º) - Itupeva Agora

Agora

11/23/2021

Natal: Comércio de Jundiaí inicia horário especial a partir de quarta-feira (1º)



O comércio varejista de Jundiaí inicia o horário especial de funcionamento em dezembro a partir de quarta-feira (1º). As lojas do comércio de rua do Centro e dos bairros poderão funcionar das 9h às 22h de segunda a sexta-feira, e aos sábados e domingos das 9h às 18h.

No dia 24, véspera do Natal, as lojas podem funcionar das 9 às 18h. Os shoppings centers poderão iniciar seu atendimento uma hora mais cedo, às 9h. O o Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio) ressalta que o horário especial de final de ano está previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).


Expresso da Alegria


E para levar a magia do Natal às ruas, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Jundiaí (CDL) e Sincomercio vão oferecer os consumidores os passeios gratuitos no trenzinho Expresso da Alegria na companhia da Trupe do Natal no período de 01 a 23 de dezembro. O embarque será na Praça Marechal Floriano Peixoto (Praça do Coreto), no Centro, de segunda a sexta feira, das 17h30 até as 21h e aos sábados e domingos, das 10h às 15h.

“O Natal é a data mais importante do ano para o comércio. Por isso, fazemos questão de investir em ações para estimular as vendas e oferecer oportunidades e experiências aos consumidores. São meses de preparação visando o melhor para todos. O avanço da vacinação e o pleno funcionamento das atividades comerciais trazem uma expectativa positiva para o setor e acreditamos que o Natal deverá confirmar a força de sua tradição em 2021”, afirma Edison Maltoni, presidente do Sincomercio e da CDL Jundiaí.


Protocolos e segurança


As entidades reforçam a importância do cumprimento dos protocolos sanitários vigentes durante a pandemia como o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social. Por conta do horário estendido em dezembro, a CDL e o Sincomercio também solicitaram o reforço do policiamento na região Central e em polos comerciais de bairros para a Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) e Polícia Militar.


Um Natal – Milhares de Prêmios


Para estimular as vendas no comércio local e presentear os consumidores na data mais esperada do ano, a CDL e o Sincomercio lançaram a Campanha “Um Natal – Milhares de Prêmios”. Por meio de cupons, serão sorteados prêmios diversos como uma moto zero quilômetro; um PlayStation 5 e uma cozinha completa. O sorteio desses prêmios será realizado pela extração da Loteria Federal no dia 05/01/2022. Também serão distribuídos cupons com premiações instantâneas de vales-compras.

Os cupons serão entregues a cada compra no valor de R$ 50 e seus múltiplos exatos nos estabelecimentos participantes da ação que constam no site www.natalcdljundiai2021.com.br

Para contribuir com seus associados e contribuintes, as entidades disponibilizaram um novo layout aos totens para álcool em gel, entregaram kits contendo adesivos natalinos para decorar as lojas, o cartaz da Campanha “Um Natal – Milhares de Prêmios, o calendário 2022 além dos cupons de prêmios.


Expectativa


Pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offer Wise Pesquisas, revela que a expectativa é que 77% dos consumidores presenteiem este ano, retornando ao patamar de consumo pré-pandemia. Estima-se que 123,7 milhões de pessoas devem ir às compras de presentes de Natal, com potencial para injetar aproximadamente R$ 68,4 bilhões na economia.

De acordo com o levantamento, os mais lembrados na hora de presentear serão os filhos (62%), a mãe (45%) e o cônjuge (42%). Além disso, 69% dos consumidores pretendem comprar presentes para si mesmo no Natal. Em média, os consumidores pretendem comprar 4,5 presentes para algum familiar ou amigo no Natal e o ticket médio de cada presente será de R$ 122,78. Vale destacar ainda que a metade daqueles que vão comprar presentes deseja gastar até R$ 150,00 por presente (49%). Entre os itens mais comprados, 61% afirmam que pretendem comprar roupas, 37% brinquedos, 36% perfumes/cosméticos, 36% calçados e 24% acessórios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas