Drª Cícera Zanata e Eduardo Custódio vão representar Itupeva no Parlamento Regional do AUJ - Itupeva Agora

Agora

11/03/2021

Drª Cícera Zanata e Eduardo Custódio vão representar Itupeva no Parlamento Regional do AUJ



Os vereadores Drª Cícera Zanata e Eduardo Custódio (Duzinho) foram os escolhidos pela Câmara de Itupeva para representar o município no Parlamento Regional da Região Metropolitana de Jundiaí (RMJ), que substituirá a atual Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ), de acordo com o projeto de Lei Complementar que está atualmente na Alesp - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

O Parlamento Regional será um conselho consultivo composto por dois vereadores de cada município que, durante os dois anos de mandato, terão a função de apresentar, em suas respectivas Câmaras Municipais, leis que forem necessárias para a implementação de políticas públicas regionais, que impulsionem as potencialidades e solucionem problemas que são comuns nos municípios.

A Drª Cícera e o Duzinho se voluntariaram para representar a Câmara de Itupeva neste primeiro ciclo do Parlamento e estou certo que farão um ótimo trabalho, para que possamos fortalecer a representatividade do Poder Legislativo na discussão de pautas de interesse de toda a região”, avaliou o presidente Jota Júnior.

Drª Cícera destacou o potencial de Itupeva e as vantagens da iniciativa: “A criação do parlamento regional é muito importante para a  integração de novos rumos e decisões em todas as cidades envolvidas. Itupeva tem uma localização privilegiada e muito potencial turístico e industrial e pode se tornar ainda mais forte com inovações e integrações como essa do parlamento regional, que considero imprescindível

O vereador Eduardo Custódio apontou o reforço à democracia e as questões intermunicipais: “ O Parlamento regional é um órgão importante para o fortalecimento da Democracia, uma vez que ele une os interesses da Região Metropolitana de Jundiaí e, também, nos permite entender as demandas em sentido macroeconômico e geopolítica; não obstante as demandas locais, ademais, o momento atual nos remete a um marco histórico na região pelo fato do crescimento exorbitante e da necessidade da criação de políticas que dialoguem entre si para o bem regional, uma vez que Jundiaí é a cidade mãe de toda a circunvizinhança e o bem estar dela, afeta o nosso, portanto, caminharmos em sintonia é fundamental e reitero, fortalece a democracia”.

Região Metropolitana de Jundiaí - Já em tramitação na Alesp, a criação integra um macroprojeto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional, com o objetivo de ampliar o nível de integração regional entre os municípios de Jundiaí, Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Louveira e Várzea Paulista, que atualmente formam um Aglomerado Urbano.

A medida deve facilitar o desenvolvimento de políticas públicas conjuntas relacionadas ao planejamento regional e desenvolvimento socioeconômico. Regiões metropolitanas podem contar com novos conselhos regionais, comitês executivos, autarquias e fundos de desenvolvimento para otimizar serviços públicos e facilitar a cooperação entre diferentes níveis de governo.

Regiões metropolitanas também podem contar com autarquias estaduais próprias e criar fundos de desenvolvimentos para captação de recursos de entes públicos e organizações nacionais e internacionais de fomento.

A Região Metropolitana de Jundiaí contará com um Conselho de Desenvolvimento que coordenará as demandas comuns locais e do Estado, em áreas como planejamento e uso do solo; transporte e sistema viário regional; habitação; saneamento ambiental; meio ambiente; desenvolvimento econômico; atendimento social; esportes e lazer e turismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas