Casal preso por torturar menino autista diz que dopou a vítima e a espancou por suspeitar de furto, afirma polícia - Itupeva Agora

Agora

11/18/2021

Casal preso por torturar menino autista diz que dopou a vítima e a espancou por suspeitar de furto, afirma polícia

Segundo informações do portal G1 o casal que teve a prisão temporária decretada por espancar e torturar um menino autista de oito anos confessou o crime, afirmou a polícia. Em interrogatório, os suspeitos alegaram, de acordo com a polícia, que acreditaram que a vítima queria furtar a câmera de segurança da casa, na noite de domingo (14), em Sorocaba (SP). De acordo com os delegados do 4º Distrito Policial, Fabrício Ballarini e Ana Luiza Carvalho, os dois foram indiciados por tentativa de homicídio qualificado, tortura, posse ilegal de arma, por manter cerca de 30 botijões de gás em casa, por pássaros em cativeiro e jogo de azar, já que na residência havia duas máquinas caça-níquel. O homem, de 57 anos e de nome João, e a esposa, de 59 anos, de nome Valdenice, estavam em casa monitorando o sistema de segurança da casa quando o menino autista apareceu e mexeu na câmera. Apenas os primeiros nomes do casal foram divulgados pela polícia. "O garoto tinha pedido uma caneta para a mãe e logo saiu de casa, sem a família saber, para procurar caneta e parou na casa do suspeito. Ele queria corrigir a câmera torta e neste momento o autor saiu da casa e o pegou. As coisas horrorosas aconteceram dentro da casa. Durante 6 horas ele foi torturado", conta a delegada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas