Black Friday: especialista dá dicas para não cair em uma fria - Itupeva Agora

Agora

11/23/2021

Black Friday: especialista dá dicas para não cair em uma fria


Marcada para esta sexta-feira, 26 de novembro, a Black Friday é bastante esperada pelos consumidores. Muitas lojas e marcas disponibilizam descontos e condições diferenciadas para atrair clientes e aumentar suas vendas. Porém é importante tomar alguns cuidados para aproveitar realmente as ofertas.

O especialista em Black Friday, professor do Centro Universitário UniMetrocamp Wyden, Alberto Guerra, mestre e pesquisador sobre varejo, consumo e empreendedorismo, dá dicas de como fazer um bom negócio. “É importante pesquisar bem e com antecedência, utilizando sites buscadores que apresentam o histórico de preços de produtos.Outra orientação é que o consumidor abra janela anônima para fazer pesquisas, para que assim, os sites não armazenem o seu histórico de pesquisa de produtos”, recomenda Guerra.

Já em relação às formas de pagamento, a melhor maneira de pechinchar por mais descontos é com o pagamento à vista, uma vez que, boa parte dos lojistas físicos e online concede descontos extras (de 5 a 12%) para pagamento em dinheiro, no boleto e pix, então vale tentar os melhores preços. “É importante o consumidor prestar atenção na cobrança do frete, pois, muitas vezes, a oferta é muito atrativa, mas o frete é caro ou pode apresentar prazo mais longo de entrega”, ressalta o especialista.

Quanto à segurança de navegação é sempre recomendável ter um antivírus e comprar em sites ou aplicativos seguros e conhecidos. “Ofertas muito arrasadoras e sites desconhecidos, é sempre bom desconfiar”, ressalta Guerra.

Em virtude da inflação e falta de matérias-primas, em muitos setores, as ofertas neste ano podem ser mais tímidas do que em anos anteriores, explica o professor, que diz ainda que “o consumidor pode encontrar boas oportunidades, especialmente no setor de serviços, que foi o que mais sofreu na pandemia, e tem uma margem maior de lucro, podendo assim, oferecer mais descontos e vantagens aos clientes. Além disso, as promoções nos serviços têm crescido ano após ano”.

A expectativa é que as lojas físicas devam receber um fluxo maior que no ano passado, em virtude da vacinação e flexibilização das atividades. Porém, vale ressaltar que o e-commerce, nos últimos anos, tem crescido acima de dois dígitos na Black Friday, e deve continuar a crescer no mesmo ritmo, este ano, em virtude da mudança de hábito e facilidades que a pandemia ocasionou. “Uma tendência que foi marcante no ano passado, e que deve crescer ainda mais, são as vendas através das "Live Shoppings". Constatei em uma pesquisa que realizei que pelo menos 18% dos clientes que fizeram compras foram impactados a consumir através desta forma de consumo e entretenimento”, comenta Guerra, que explica ainda que “os consumidores têm os mesmos direitos em relação aos produtos comprados na Black Friday, que em qualquer outra época do ano, sejam nas lojas físicas ou no e-commerce, mesmo sendo produtos de mostruário, porém, a troca por outro produto diferente, apesar de ser muito comum no varejo, é facultativa ao lojista.”

De acordo com o especialista, podemos afirmar que a estratégia promocional na Black Friday tem um papel importante nas compras de final de ano, e provoca impactos no comportamento dos consumidores, sendo relevante e significativa para incentivar as compras dos consumidores e gerar vendas para os varejistas. “Os consumidores são seduzidos pelos benefícios hedônicos e utilitários proporcionados pela Black Friday, e impulsionados a comprar pela oportunidade de economizar, pelo prazer de fazer uma compra inteligente, e também para experimentar coisas novas, se divertir e socializar com familiares e amigos. Por isso, os varejistas precisam também se preparar bem para evitarem as frustrações e reclamações dos clientes, que esperam obter descontos vantajosos e se divertir buscando as melhores pechinchas”, conclui Guerra.

Alberto Guerra é mestre e pesquisador sobre varejo, consumo e empreendedorismo. Especialista em Black Friday. Autor do livro Black Friday no Brasil (Ed. Labrador). Doutorando e pesquisador pela FEA-USP, e Professor e coordenador dos cursos de Negócios Do Unimetrocamp Wyden


Sobre o Centro Universitário UniMetrocamp Wyden


A Wyden é uma rede nacional com dez instituições de ensino superior e com presença nas Regiões Norte, Nordeste e Sudeste do País. Com mais de 50 mil alunos, ela oferece cursos de graduação e pós-graduação nas modalidades presencial, semipresencial e a distância, incluindo áreas de gestão e negócios, engenharias e ciências da informação, ciências, saúde, mídia e tecnologia. Qualidade de ensino e boa infraestrutura são dois pilares importantes para todas as instituições da marca. A Wyden acompanha também as melhores práticas da academia e do mercado para sustentar sua posição de referência de ensino nas regiões onde atua.

O Centro Universitário UniMetrocamp Wyden é referência em educação com qualidade e inovação desde 2002, oferecendo aos alunos educação de padrão internacional, por meio de um corpo docente especializado, infraestrutura de nível mundial – com 29 laboratórios para os cursos específicos, de última geração, 15 laboratórios de informática, 05 clínicas de saúde, bibliotecas com acervo atualizado e salas de aula modernas – além de programas de suporte ao aluno (Care) e programas internacionais, como curso de inglês, intercâmbio e palestras com professores estrangeiros. Com 18 anos de experiência em Campinas/SP, a instituição investe constantemente para formar cidadãos profissionais com experiência de aprendizado internacional, capazes de suprir as demandas do mercado de trabalho, bem como atingir seus objetivos educacionais e de carreira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas