6 dicas para economizar combustível enquanto dirige - Itupeva Agora

Agora

11/12/2021

6 dicas para economizar combustível enquanto dirige



O preço da gasolina subiu pela 5ª semana consecutiva. Segundo um levantamento divulgado pela ANP (Agência Nacional de Petróleo), o preço médio do litro do combustível subiu de R﹩ 6,562 para R﹩ 6,710 na semana passada. A alta também atingiu o diesel. O preço médio do litro aumentou 2,45% na última semana, indo de R﹩ 5,211 para R﹩ 5,339. Foi o 6º aumento consecutivo do combustível.

Economizar é a palavra do momento. Lorelay Lopes, head de Negócios do UP Consórcios , fintech da Embracon, dá cinco dicas para ajudar os motoristas a diminuir o consumo de combustível e aliviar um pouco o bolso.


1. Evite o ponto morto

O carro em ponto morto pode trazer como consequência, sobretudo em alguns trechos, o corte da injeção de combustível, infelizmente, muitos motoristas têm esse costume, colocando em risco a segurança dos ocupantes do veículo, já que, quando o automóvel está desengatado, o sistema de freio é mais exigido, isso porque não tem a ajuda do freio-motor.


Existe a exceção de carros mais antigos, que por fábrica têm carburadores. Diferente desses, os veículos modernos contam com a injeção eletrônica, capaz de gerenciar de forma automática o uso de combustível com o auxílio de um chip eletrônico. Dessa forma, mesmo com o carro engatado, o sistema não injeta combustível, somente quando for necessário.


Então, a maior dica é esquecer o ponto morto. Se quiser economizar combustível, basta manter o carro engatado na marcha mais alta possível e não utilizar o acelerador.


2. Dirija de forma prudente

A imprudência é uma das principais causas de excesso no gasto de combustível. Dirigir o carro como se você estivesse num filme de ação aumenta e muito o consumo de combustível, além de ser perigoso para todos que estão transitando à sua volta.


O mais indicado, a partir desse entendimento, é evitar ultrapassagens perigosas e outras práticas que exigem muito esforço do carro. Economizar combustível e ser prudente são ações que irão repercutir somente resultados positivos.


3. Fique atento à qualidade do combustível

A qualidade do combustível é um fator preocupante no Brasil, afinal, no país ela não é sequer considerada ideal. Apesar disso, existem postos que vendem a tão famosa gasolina "batizada", ou seja, com álcool, água ou outro componente em sua mistura. É preciso tomar muito cuidado, pois os efeitos no carro podem ser irreversíveis.


Importante: a Lei permite que até 27% de etanol seja misturado à gasolina, e os carros são adaptados para rodar tranquilamente dessa forma. No entanto, acima disso, os danos aparecem quase que imediatamente, começando com aqueles engasgos que tanto irritam o motorista. Por isso é tão importante desconfiar de postos que vendem combustível com preço muito abaixo da média.


4. Evite peso desnecessário

Em algum momento pode acontecer que andar com o porta-malas abarrotado de coisas, sobretudo em viagens mais longas ou quando o veículo é usado para o trabalho. Contudo, se você tem o costume de acumular itens desnecessários no compartimento de bagagens ou dentro do próprio carro, é importante entender como isso vai te atrapalhar a economizar combustível.


5. Mantenha o carro sempre alinhado e balanceado

Faça corretamente o alinhamento e balanceamento do carro. Rodas desalinhadas podem provocar uma dificuldade maior para o carro se locomover, isso porque elas se arrastam. Por consequência, diminui a vida útil dos pneus, aumenta o risco de acidentes e também o consumo de combustível.


Por isso, ao menor sinal de problemas no alinhamento ou balanceamento, como vibrações ou sentir que o carro está puxando para um lado, faça uma verificação imediata do que pode está acontecendo, assim você também vai economizar combustível.


6. Use a tecnologia para pesquisar preços

Apps como o waze já oferecem de forma muito intuitiva os postos mais próximos da sua localização já com o preço do combustível. Lembre-se sempre de colaborar com a atualização desses aplicativos, afinal, nos últimos meses, tem sido bem difícil acompanhar os aumentos semanais. Acontece que, muitas vezes, alguns postos chegam a trabalhar até dois dias com o estoque de fornecimento anterior ao aumento e, por conta disso, a diferença de preços entre postos vizinhos é muito comum.


"Como dica extra, sempre que possível deixe o carro em casa e use o transporte público ou faça atividades a pé. Além de não gastar combustível, vai economizar com a manutenção do veículo, com estacionamento, contribuir com o meio ambiente e o trânsito e, ainda, exercitar o corpo", finaliza Lorelay.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas