Menino de 7 anos gasta R$ 9 mil reais em apenas uma hora de jogo pelo celular



Muhammed Murtaza a pedido do filho Ashaz, de sete anos, emprestou seu celular para que o menino se divertisse com um jogo online enquanto ele cochilava. Uma hora mais tarde, quando pegou de volta o celular, Murtaza, percebeu que haviam sido feitas diversas transações em sua conta bancária com o valor total de R$ 9 mil reais.

As transações foram feitas no jovo ‘Dragons: Rise of Berk’,a criança para progredir no jogo de forma rápida, aceitou as ofertas que apareceram no app e fez diversas compras com valores entre R$ 12 e R$600.

“Nunca pensei que seria possível gastar tanto em um jogo para crianças – a classificação desse game é para quem tem acima de 4 anos”, disse Murtaza, 41, que mora com sua esposa, Fatima, 37, e os filhos Ashaz, Areefa, 11, e Aliyah, de um ano, no País de Gales, ao Daily Mail. “As compras por dia são ilimitadas. Você poderia clicar em 'comprar' 10 mil vezes e gastar um milhão de libras em meia hora”.

Apesar de contestar os gastos, Murtaza conseguiu recuperar apenas R$ 1400 do valor. “Quase estourou o limite do meu cartão de crédito. Quando você tem três filhos pequenos, não fica com muito dinheiro sobrando”, afirmou.

 Em nota, a Associação de Produtores de Entretenimento Interativo do Reino Unido, afirmou que “indústria de games leva a sério sua responsabilidade com os jogadores de todas as idades, especialmente no que diz respeito aos gastos com jogos”. “Pedimos aos pais e responsáveis que usem os controles disponíveis em todos os dispositivos para ajudar a gerenciar ou impedir compras em games, evitando gastos acidentais.

Postar um comentário

0 Comentários