Governo de SP: Em coletiva são detalhadas as regras para volta obrigatória às aulas presenciais

 



Em entrevista coletiva hoje, o governo de SP detalhou as regras para a volta obrigatória de 100% dos alunos às aulas presenciais. O retorno já havia sido autorizado, mas com rodízios para manter menos alunos em sala.


A partir da próxima segunda (18), a presença passa a ser obrigatória tanto nas escolas públicas quanto nas privadas. No entanto, algumas unidades não poderão adotar a medida já porque não há espaço para acomodar todos os estudantes com o distanciamento de 1 metro entre as mesas e carteiras que ainda é exigido. Esse distanciamento deixará de valer em novembro.


Pelas novas regras, só poderão ficar em casa os estudantes que tiverem justificativa médica ou que estiverem em algum grupo de exceção, como: Gestantes e puérperas.; Comorbidades com idade a partir de 12 anos que não tenham completado ciclo vacinal contra a Covid;  Menores de 12 anos que pertencem a grupos de risco para a Covid e ou condição de saúde de maior fragilidade. 


As escolas privadas terão prazos e regras determinados pelo Conselhos de Educação.


Já no caso das creches, a regra deve ser definida pelas prefeituras.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!