ESPECIAL HALLOWEEN: SAIBA COMO SÃO AS BRUXAS DA VIDA REAL



Já faz um tempo que a bruxaria vem sendo desmistificada. Hoje, a ideia da bruxaria é mais aceita, mas não a ponto de impedir que as lendas macabras sobre elas se espalhassem pelo mundo.  “Somos criadas desde cedo enxergando o termo bruxaria como algo ruim. As ideias que os filmes de Hollywood passam acabam tornando as bruxas na mulher má, com verruga na ponta do nariz e que come crianças”, explica Nadini, sacerdotisa na Wicca (praticante de bruxaria natural). 

A verdade é que essa prática, a Wicca, trata somente do ser humano respeitando a natureza. Ficou curioso para saber como é ser uma bruxa na vida real? Fabíola Cota e Nadini Lopes, parceiras do Astrocentro, nos ajudaram a entender melhor esse tema que aguça o imaginário de adultos e crianças. 

“Hoje em dia a bruxa é pop, ou seja, é legal ser bruxa. Isso se tornou um sinônimo de mulher empoderada e que muitas mulheres gostam de se auto intitular, mas que na verdade não compreendem o que é ser bruxa”, conta Fabíola. A ideia de magia fictícia, faz com que as pessoas interpretem completamente errado qual a real essência da bruxaria. “Por isso é importante que  conheça a história do passado para não acabar tornando essa espiritualidade algo banal”, finaliza.

“A bruxa já foi vista com uma mulher perigosa que deveria ser evitada e por isso ela era feia uma velha solitária que se esconde na floresta e com a Wicca aprendemos que a bruxa é uma pessoa que possui uma comunicação com a natureza e com os ciclos naturais” - complementa a sacerdotisa Nadini. 

E o termo fica bastante em evidência em virtude das festividades de Halloween, data em que as religiões pagãs acreditam que o véu entre o mundo dos mortos e dos vivos está muito fino. Tão fino que os espíritos são capazes de caminhar entre os vivos. É então que começa a história da abóbora Jack-o'-lantern. “Com medo que esses espíritos pudessem ser ruins ou fazer alguma coisa maldosa com as pessoas que estavam na Terra, os bruxos fazem essas abóboras iluminadas que são chamadas de Jack-o'-lantern para afastar os maus espíritos”, conta Nadini mostrando que alguns símbolos estão ligados a essas religiões e muitas vezes as pessoas nem sabem. 

Ainda segundo Nadini, a noite do dia 31 de Outubro não deve ser usada para fazer rituais malignos, mas sim celebrar a vida. Só que apesar desse evento ter sua origem através do paganismo e da bruxaria, é importante saber que essa festa folclórica se tornou uma tradição que não possui relação e ligação com os hábitos reais dos bruxos de hoje em dia. 

Mas afinal, quem são as bruxas reais?

As bruxas da vida real são pessoas comuns. São mulheres que trabalham, estudam, têm amigos, vão ao cinema, balada e fazem maratonas de séries. Elas têm família, filhos e também são donas de casa. “E por isso, é muito provável que você já tenha cruzado algumas vezes com algumas bruxas dentro de um ônibus, em uma exposição cultural, e por elas serem tão comuns, você ao menos percebeu”, afirma Fabíola.    

E você pode estar se perguntando: “mas as bruxas não são aquelas que andam sempre vestidas de preto com pentagrama pendurado no pescoço?”. Fabíola explica que as bruxas podem ser o que quiserem, vestir o que quiserem e fazer o que quiserem, pois são livres. E por isso mesmo, não é possível tentar encaixá-las em um padrão.

Bruxaria é um modo de vida que necessita de muito conhecimento e muita dedicação pessoal.  É necessário estudo, e - o mais importante nesse aspecto - a prática. “A bruxa precisa praticar a sua magia todos os dias e a magia é o ato de mudar a sua própria realidade de maneira consciente. Aliás consciência é outra palavra que define uma bruxa, pois ela precisa ter consciência de si mesma e do mundo que a cerca. É por isso que ela é livre, pois se você tem consciência, você tem responsabilidade. E viver de acordo com a sua consciência, é ser uma bruxa!” - finaliza. 

Saiba mais sobre o Astrocentro: Considerada a maior comunidade online de esoterismo do Brasil, o Astrocentro foi o primeiro site de relacionamento dedicado a indicar especialistas do meio esotérico de maneira 100% digital e hoje é responsável por reunir milhões de internautas que navegam pelo portal em busca de consultas com os astrólogos, numerólogos, videntes, cartomantes e tarólogos que realizam atendimento 24h. por dia em busca de aconselhamentos sobre amor, dinheiro, trabalho, saúde e também aqueles relacionados a astrologia, simpatias, signos, feitiços, numerologia, wicca e questões factuais. www.astrocentro.com.br

Postar um comentário

0 Comentários