Desavença entre vizinhas: mulher é condenada a pagar quase R$ 2 milhões depois de deixar maçãs podres caírem de proposito no quintal da vizinha

 

Fonte: Daily Mail

Uma britânica chamada Antoinette Williams foi condenada a pagar uma indenização de 250 mil libras à sua vizinha, depois que o tribunal entendeu que ela deixou intencionalmente maças podres caírem no quintal de Barbara Pilcher, na Inglaterra.

Segundo informações do Dailymail, a senhora Williams agiu como uma "valentona de escola" e exibiu comportamento "vergonhoso". 

Bárbara alegou que a vizinha repetidamente espiava pela janela, não podava a macieira e mantinha uma grande lata de compostagem fedorenta no fundo de seu próprio jardim.





Após um julgamento de cinco dias no Tribunal do Condado de Londres Central, o juiz Lawrence Cohen QC decidiu a favor da Sra. Pilcher e condenou a Sra. Williams a pagar as custas e danos no valor perto de 250 mil libras (quase de R$ 1,9 milhões) nesta semana.

A desavença entre as vizinhas começou em 2014 e, em 2018, Bárbara chegou a ser hospitalizada após ter recebido várias picadas de vespas, atraídas pelo mau-cheiro das maças podres, segundo ela. 

Williams (à esquerda) e a vizinha que ganhou a causa, Bárbara (Fonte: Daily Mail)






A mulher também alegou que a vizinha monitorava suas saídas e seguia até mesmo seus familiares, fato confirmado pela filha da vítima.

Em 2015, as vizinhas tiveram um desentendimento por conta do estacionamento das casas, com Barbara instalando uma câmera para flagrar a vizinha invadindo seu espaço e estragando a grama.

A Sra. Pilcher foi premiada com £ 12.000 pelo assédio, enquanto a Sra. Williams foi condenada a pagar custos estimados entre £ 135.000 e £ 180.000 para seus honorários advocatícios, além das contas de seus próprios advogados de mais de £ 100.000.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!