"Dedo Podre"? App paga mais de R$ 2 mil por dia para "azarados no amor" aconselharem pessoas em relacionamentos

 


Se não pode ser um bom exemplo, pelo menos sirva de mal exemplo. Essa parece ser a ideia por trás de um concurso promovido pelo aplicativo POM, que buscava encontrar pessoas com azar no amor, justamente para aconselharem outras pessoas a como não cometer os mesmos erros em seus próprios relacionamentos.

O concurso já foi encerrado e consistia em escolher três pessoas para serem os "Date Doctors", com uma remuneração de 300 libras diárias, o equivalente a mais de R$ 2,2 mil no câmbio atual. Um dos requisitos era comprovar que de fato tiveram muito azar no amor e nos relacionamentos - sendo necessário provas como prints de telas e histórias sobre as experiências ruins.





O app POM, que busca combinar pessoas com base em suas preferências musicais, justificou que essas experiências tornariam essas pessoas mais adequadas a orientar outros indivíduos sobre como não errar em interações. 

O concurso foi encerrado no dia 17 do mês passado e ainda não divulgou os "ganhadores".

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!