Comissárias de bordo tiram a roupa para protestar na Itália

Reprodução unilad.co.uk


Cerca de 50 dos ex-comissárias de bordo da Alitalia se manifestaram tirando a roupa na praça Campidoglio, em Roma, para protestar contra as ações da ITA Airways - que recentemente lançou a substituição da Alitalia como a principal companhia aérea da Itália - criticando as condições de trabalho implementadas pela nova empresa.

As mulheres chegaram à praça vestindo seus uniformes da Alitalia, antes de ficarem apenas com a roupa de baixo, borrando a maquiagem e gritando 'Somos a Alitalia'. Elas representavam alguns dos mais de 7.000 funcionários da Alitalia que foram despedidos com o lançamento do ITA, com a nova companhia aérea mantendo apenas 2.800 dos 10.500 funcionários de sua antecessora. Os participantes disseram que também estavam agindo em solidariedade com os funcionários retidos forçados a assinar novos contratos 'humilhantes'.





Reprodução unilad.co.uk

De acordo com a CNN , a mudança da Alitalia para a ITA Airways foi duramente criticada por sindicatos que representam os comissários de bordo, com representantes alegando que muitos funcionários foram dispensados, enquanto outros foram recontratados pelo ITA em contratos piores, tendo cortes de salários forçados e perdas de antiguidade e sendo solicitados a aceitar condições piores, incluindo não serem mais informados sobre seus horários com antecedência.

No entanto, apesar do protesto, que chamou a atenção nacional na Itália na semana passada, o novo chefe das companhias aéreas do ITA alegou que os comissários não têm motivos para reclamare que protestar contra as mudanças já implementadas era como olhar para trás.





'A negociação de contratos está mais do que concluída. Eles estão todos a bordo e assinaram o contrato que lhes enviamos', disse Alfredo Altavilla, chamando a suposta ameaça de greve dos sindicalistas de uma vergonha nacional.

As mudanças propostas pela ITA Airways devem ser implementadas nos próximos meses, com a nova companhia aérea passando por uma grande reformulação da marca e também com a expectativa de eventualmente substituir toda a frota de aeronaves da Alitalia.

Fonte: unilad.co.uk

Postar um comentário

0 Comentários