Após reclamar do preço da carne, é agredido em açougue e morre

No último sábado (2),em Alvorada, no Rio Grande do Sul,  o ambulante Wagner de Oliveira Lovato, de 40 anos, morreu após ser agredido por reclamar do preço da carne.

A vitíma foi até o açougue comprar carne. No estabelecimento, teria feito comentários sobre o preço, de acordo com testemunhas.

Pelo relato, um homem, que não trabalha no açougue, teria começado a agredir Lovato, no lado de fora. Ele estaria acompanhado de um gerente do local, que estava de folga.

Testemunhas ouvidas pela Delegacia Homicídios de Alvorada contam que Wagner já estava no chão, desacordado, e seguia recebendo agressões na cabeça.

Wagner chegou a receber atendimento médico. Ele foi transferido para o Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre, mas não resistiu aos ferimentos. O óbito foi confirmado na noite de domingo (3).

— Por enquanto não se sabe se havia um histórico de desentendimentos. As pessoas contam que ouviram a discussão mas não conseguiram identificar o que era, nem sabem se existia alguma animosidade anterior. Relatou a diretora do Departamento de Homicídios, Vanessa Pitrez, afirma que os depoimentos das testemunhas não revelam o teor da discussão.

Segundo o açougue Shopping das Carnes, o funcionário foi afastado. A empresa também diz que colabora



com as investigações e que está prestando suporte à família

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!