Após campanha de "cancelamento", número de seguidores de Mauricio Souza mais que dobra

O Jogador Maurício mais do que dobrou seu número de seguidores no Instagram após ser acusado de homofobia.
No dia 12 de Outubro, quando criticou a bissexualidade do novo Super-Homem, personagem da DC Comics que aparece em anúncio da editora das histórias em quadrinho beijando outro personagem masculino, o jogador contava com cerca de 250 mil seguidores. Na legenda, o jogador de vôlei escreveu: “É só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”. A postagem gerou desgaste e foi considerada ofensiva, gerando atritos com colegas de profissão, como Douglas, que Três dias depois de Maurício, postou a mesma imagem em seu perfil pessoal, dizendo que “eu não ‘virei heterossexual’ vendo os super-heróis homens beijando mulheres… Se uma imagem como essa te preocupa, sinto muito mas eu tenho uma novidade pra sua heterossexualidade frágil”. Douglas foi apoiado nos comentários por outras figuras importantes do vôlei, como a ex-líbero Fabi Alvim, as jogadoras da seleção Gabi e Carol Gattaz e até o líbero colega de Maurício no Minas, Maique, também homossexual.
Com a repercussão, patrocinadores e mídia fizeram pressão para demissão do jogador de seu clube, demissão esta que se concretizou nessa semana, além disso o treinador da seleção brasileira, Renan Dal Zotto, já afirmou ao jornal O Globo que também não pretende mais convocar o central.
Por outro lado, apesar da polêmicas, o número de seguidores de Mauricio mais do que dobrou nas redes. Na manhã de quinta-feira (28), ele contava com 530 mil. Agora a tarde, ela já está com 650 mil.

Postar um comentário

0 Comentários