Após agredir a mulher e ser preso, homem a jura de morte após sair da prisão




Após ser preso pela Guarda Municipal de Louveira, agredir a esposa, de 36 anos, com socos e puxões de cabelos, além de tentar jogar uma panela com água fervendo na vítima, o homem de 40 anos, ao ser levado ao Plantão da Polícia Civil, disse que vai matar a esposa quando sair da cadeia.


A vítima foi agredida depois de uma discussão no final de semana, e acabou por mandar o companheiro embora de casa, o agressor foi ao bar, onde após consumir bebida alcoólica, voltou para casa e voltou a agredir a sua companheira. 


Em depoimento aos guardas, a mulher disse que os casos sofridos por ela de violência doméstica não são novidades, uma de suas vizinhas disse que a próxima vez que ela fosse agredida chamaria a Polícia.


Quando a viatura chegou, o marido mandou ela colocar um ‘óculos escuro’ para esconder os hematomas no olho.


Na Delegacia, a vítima pediu Medida Protetiva da Justiça com urgência e proteção.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!