Repercussão nacional: minivaca de 65 centímetros de altura faz sucesso em Itupeva: 'Carinhosa demais', diz dono

A equipe do Itupeva Agora fez uma matéria sobre a pituchinha mês passado e a repercussão foi grande que o portal G1 fez uma matéria exclusiva sobre a minivaquinha itupevense. 

Segundo matéria do portal G1 uma minivaca está fazendo sucesso entre os moradores de Itupeva (SP). Com pouco mais de dois anos de idade, Pituchinha tem apenas 65 centímetros de altura e muito amor para dar. 

A vaquinha vive na fazenda de Orlando Gomes de Menezes, que fica na zona rural da cidade. Ele contou ao G1 que, apesar de ser de uma raça que já é conhecida pela baixa estatura - a minijersey -, a gestação de Pituchinha teve algumas complicações e, por isso, ela nasceu prematura e ainda menor.

"A mãe da Pituchinha ficou doente quando estava grávida e, por isso, ao invés de nascer depois de nove meses de gestação, ela nasceu com sete. Infelizmente, a mãezinha não resistiu. Por causa disso, a Pituchinha ficou órfã e não pôde mamar direito. Criamos ela na mamadeira, mas não é a mesma coisa", conta Orlando.

O peso médio de uma vaca minijersey é de 100 quilos e ela pode medir de 80 centímetros a até um metro de altura, segundo Orlando. Com as dificuldades de desenvolvimento devido ao nascimento prematuro, Pituchinha cresceu somente até os 65 centímetros e pesa cerca de 35 quilos.

"Ela tem uma dieta especial, com a nutrição que ela precisa. Come uma ração específica e tudo, só que ela não engorda mesmo. Mas isso não interfere em nada, porque ela é extremamente carinhosa e adora crianças", conta.


Bons amigos

Orlando contou ao G1 que começou a criar animais em sua propriedade como um hobby. Ele sai todos os dias da cidade e vai até a zona rural para cuidar dos bichos. Junto dele, vão seus dois filhos. Gabriel, de seis anos, é o xodó de Pituchinha.

"É ele que cuida dela mesmo, vai todo dia na fazenda comigo e me ajuda nas tarefas. Os dois são bem próximos, é muito bacana", diz o pai.

Por ser pequenina, a vaca fica em um local afastado das outras do rebanho. Segundo Orlando, isso previne acidentes entre os animais, que são pesados e podem acabar machucando Pituchinha. No entanto, agora ela tem um melhor amigo que é do mesmo tamanho que ela: o carneiro Peludinho.

"Nossa, os dois são grudados. Onde o carneiro vai, a Pituchinha vai atrás. Quando ela sai de perto dele, ele começa a chamá-la. Temos um outro cabritinho que nasceu recentemente e já virou amigo deles também. Com poucas semanas de vida, já é mais alto que a Pituchinha", conta.



Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!