Ticker

6/recent/ticker-posts

Jornalista casado tinha seis amantes e terá que indenizar uma delas

 O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou um jornalista que era casado e ao mesmo tempo tinha seis amantes, a indenizar uma das mulheres que alegou ter sofrido danos morais provocados pela exposição do caso nas redes sociais e problemas psicológicos graves. As informações são do G1.

O caso ocorreu em 2019 e a amante utilizou a própria conta do Twitter para contar o caso da sua infidelidade e, dessa forma, descobriu que o homem também lhe traía com outras mulheres. De acordo com ela, nenhuma das mulheres se conheciam e o jornalista era cuidadoso para que nenhuma delas se esbarrassem. Elas teriam tomado conhecimento umas das outras por trabalharem com comunicação, comentarem sobre Bacurau e perceberem que as histórias se colidiam.

A história viralizou na rede social e ganhou até a hashtag #Bacurau11 para que as pessoas comentassem toda a história. Por causa disso, a mulher foi processada pelo jornalista por calúnia e difamação. O caso tramita na segunda instância da esfera judicial.

Dessa forma, a mulher também entrou com o processo contra o ex-namorado. Ela afirmou que sofreu danos psicológicos graves com a exposição da sua relação com o jornalista no Twitter.

Segundo o G1, o desembargador Mathias Coltro, relator do caso na 5ª Câmara de Direito Privado, manteve a indenização de R$ 10 mil determinada pelo juiz de primeira instância em junho, porque o dano moral ficou comprovado. A decisão cabe recurso.

A ex-amante disse que manteve relações sexuais com o réu desde julho de 2019, e que se tratava de um relacionamento monogâmico, mas que havia descoberto depois que ele mentira, pois era casado e ainda mantinha envolvimento com pelo menos mais cinco mulheres.




Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!