Ticker

6/recent/ticker-posts

Coluna “ Amigos do Latino x Amigos do Zé de Abreu”

Se você achava que as propagandas de final de ano da Globo eram sem noção, é porque ainda não estava em 2021. Escrito pelos roteiristas de “Dark’ e “Donnie Darko”, a viagem lisérgica brasileira chegou a um de seus auges (nunca duvide da capacidade de nossos protagonistas) neste 7 de setembro, onde todos os problemas enfrentados pelos brasileiros (pandemia, mais de 500 mil mortos, pibinho, preço da gasolina, da carne, do arroz, do óleo de soja, a possível nova namorada do Neymar, o chifre do Bolsonaro, as coxas do Lula, Juliette, Galvão Bueno comunista, entre outros) decidiram aproveitar o feriado enquanto a naftalina saía dos guardas roupas da história para se dividirem em dois times para fazer o rachão, “Amigos do Latino x Amigos do Zé de Abreu”. 

Com a camisa verde amarela, cabelos grisalhos (alguns da cor caju ajudados pelo xampu tonalizante Grecin 5), e sem máscaras, os amigos de Latino chegaram em caravana reforçados pelo policial aposentado, vendedor de carros e amigo do presidente, Fabrício Queiroz, que deixou até o laranja típico de lado para jogar ao lado de seus companheiros. Em campo o que se viu foi um monte de tiozão tomando cerveja e ouvindo sertanejo universitário, com faixas pedindo a intervenção militar! Pode isso Arnaldo? “Claro que não, a regra é clara, só existe manifestação no estado democrático!”. Grande Arnaldo, não precisamos nem do VAR depois dessa. 

De vermelho e com máscaras, os amigos de Zé de Abreu estavam desfalcados do próprio dono do time que em sua conta oficial no twitter “disse que iria fazer sexo até a chegada do golpe, e do presidente em exercício da esquerda, Lula, que sentiu a coxa após as fotos, mas entrosados; o discurso estava na ponta de língua, o “nunca antes na história deste país” deu lugar as frases “picanha e cerveja” “Lula ladrão roubou meu coração”. Um pouco antes de entrar em campo os amigos do Zé de Abreu tiveram mais um desfalque, deputado e pastor Isidório de Santana Júnior, que após ser curado estava ocupado fazendo a “cura gay”. 

O rachão contou com a participação do presidente Jair Bolsonaro, que ainda discursou nas cidades de Brasília e São Paulo para fãs viúvas da Jovem Guarda, e no melhor estilo Sérgio Reis, Bolsonaro ameaçou o Supremo Tribunal Federal. 

Agora é esperar os periódicos esportivos para saber as notas de repúdio que serão emitidas pelos presidentes do STF, Câmara e Senado Federal.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!