Ticker

6/recent/ticker-posts

Tarcísio Meira morre aos 85 anos, vítima da Covid-19

Nesta quinta-feira (12) o ator Tarcísio Meira morreu aos 85 anos de idade vítima das complicações da Covid-19. Ele estava internado desde o último dia 6 de agosto, com a mulher, Glória Menezes. A informação foi confirmada por Tadeu Lima, assistente pessoal do casal, para a Revista Quem da Globo.

Considerado um dos maiores atores e galãs de sua geração, marcou época com seus personagens, no cinema, no teatro e na televisão. Durante décadas eternizou a televisão com mocinhos e vilões que marcaram a teledramaturgia nacional.

Desde 1962 estava casado com a atriz Glória Menezes, com quem teve seu único filho, o também ator Tarcísio Filho. O artista também era padrasto de João Paulo e Maria Amélia, filhos que sua esposa teve no primeiro casamento. Tarcísio e Glória são reconhecidos por possuírem um dos casamentos mais sólidos do meio artístico.

Estreou no teatro em 1957, na peça A Hora Marcada e, em 1959, já brilhava em O Soldado Tanaka, convidado por Sérgio Cardoso.

A estreia na televisão foi em Noites Brancas, um teleteatro da TV Tupi, dirigido por Geraldo Vietri em 1959. Em outro teleteatro da mesma emissora, Uma Pires Camargo, em 1961, contracenou pela primeira vez com Glória Menezes, com quem casaria pouco tempo depois e os dois passaram a formar um dos casais de maior sucesso da televisão brasileira.

Ele foi o galã da primeira telenovela diária da televisão brasileira, 2-5499 Ocupado (1963), na Excelsior, ao lado da já mulher na vida real, Glória Menezes. Protagonizou ainda mais sete telenovelas na mesma emissora até se transferir com Glória para a Rede Globo, onde estrearam em Sangue e Areia. A partir daí, Tarcísio se tornou uma das preseças mais constantes da teledramaturgia brasileira e já tem mais de 50 trabalhos entre telenovelas; minisséries e seriados de televisão.

Também no cinema, Tarcísio Meira se tornou um dos principais atores, principalmente nos anos 70 e 1980. O primeiro filme em que atuou foi Casinha Pequenina (1963), ao lado de Mazzaropi; entre seus maiores sucessos estão Máscara da Traição, As Confissões de Frei Abóbora, Independência ou Morte, Missão: Matar, O Marginal, República dos Assassinos, Eu Te Amo e Não se Preocupe, nada Vai Dar Certo!. Duas de suas mais importantes interpretações no meio encontram-se em A Idade da Terra, de Glauber Rocha, e Eu, de Walter Hugo Khouri.

Recebeu o prêmio APCA de melhor ator oferecido pela Associação Paulista de Críticos de Arte por sua atuação na minissérie A Muralha (2000), produzida pela Globo.

Tarcísio e Glória se aposentaram em setembro de 2020, depois de mais de cinquenta anos na Globo.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!