Ticker

6/recent/ticker-posts

Mulher diz que proposta de emprego pedia que ela fizesse entrevista com vestido curto e decote; Loja diz que celular foi furtado e mensagens são golpe


Uma mulher de 22 anos denunciou o assédio que sofreu ao concorrer a uma vaga de emprego em uma loja de informática no Distrito Federal. Em suas redes sociais, ela postou prints da conversa que mostram o suposto empregador pedindo que ela use vestido curto e decote na entrevista e solicitando que enviasse fotos do rosto e do corpo.

A jovem, que tem dois filhos e está desempregada, contou que viu em um site a vaga que seria para secretária, com salário de R$ 1,5 mil, e se interessou. Ao entrar em contato, no entanto, ela recebeu como resposta um longo texto falando que precisavam de uma mulher atraente. 





Indignada, a mulher deu prosseguimento na conversa para ver o que mais seria dito. "Perguntei se o vestido seria pela empresa e disseram que sim, mas que se eu pudesse já usar um no dia da entrevista, seria melhor", contou ela ao site Metrópoles.








Loja diz que celular foi furtado e mensagens eram golpe

A loja informou que o celular foi roubado e que alguém usou o aparelho para "fazer graça com os clientes e com pessoas inocentes", além de pedir dinheiro e aplicar golpes, o que teria ocasionado um prejuízo de mais de R$ 5 mil, "fora o nome da loja, que está sendo queimado por conta de um infeliz". 

A loja também informou que recuperou o número na última sexta-feira (20) e que registrou boletim de ocorrência na Polícia. 

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!