Ticker

6/recent/ticker-posts

Energia mais cara a partir desta quarta, 1 de setembro. Aneel vai adotar bandeira "escassez hídrica" e gasto extra sobe quase 50%


A energia elétrica vai ficar mais cara a partir desta quarta-feira (1), quando será adotada a "bandeira tarifária escassez hídrica", que vai elevar dos atuais R$ 9,49 extra a cada 100kW/h consumidos para R$ 14,20 na conta, conforme informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça (31).

O anúncio da Aneel prevê que seja mantida essa taxa extra até abril de 2022, diferente do modelo atual, cujas bandeiras tarifárias eram ajustadas mês a mês. O sistema de bandeiras tarifárias é uma cobrança adicional que sinaliza e repassa ao consumidor o custo da produção de energia. A bandeira vermelha patamar 2 era a mais cara do sistema até agora. 





A nova bandeira é quase 50%  (49,63%) mais alta do que a bandeira vermelha patamar 2, que era a mais alta do sistema e estava em vigor nos últimos meses. Veja como fica o sistema de bandeiras:

Fonte Economia G1

Segundo o governo e a Aneel, a bandeira "escassez hídrica" resultara em aumento de 6,78% na tarifa média da conta de luz dos consumidores regulados (atendidos pelas distribuidoras). Os cidadãos que aderem à tarifa social não serão afetados pela nova bandeira.

A bandeira tarifária vermelha Patamar 2 já havia sido reajustada este ano, no fim de junho, quando passou de R$ 6,24 para os atuais R$ 9,49. 

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!