Ticker

6/recent/ticker-posts

Duas pessoas 'caem de avião' ao tentar fugir de Cabul com a chegada do Talibã


Ao menos duas pessoas "caíram de um avião militar americano" que decolara nesta segunda-feira (16/8) do aeroporto de Cabul (Afeganistão) em tentativa desesperada de fugir do país após a chegada do Talibã à capital, de acordo com vídeos divulgados nas redes sociais. Não há confirmação oficial sobre o caso ou sobre a identidade dos envolvidos. Segundo o jornal britânico "Guardian", ao menos três pessoas teriam caído da aeronave dos EUA. Um vídeo mostra os corpos de três pessoas — dois homens e uma mulher — caídos no chão no complexo do aeroporto Hamid Karzai, acrescentou o diário.
Um tumulto no terminal superlotado de pessoas ávidas para fugir de Cabul causou a morte de ao menos cinco pessoas. Em cenas caóticas que ecoam a queda de Saigon no fim da guerra do Vietnã, homens, mulheres e crianças foram filmados tentando entrar em aviões depois que o Talibã invadiu a capital e tomou o palácio presidencial. Aeronaves dos EUA foram enviadas a Cabul para retirar americanos da cidade.
Segundo o "Sun", duas pessoas caíram de um avião de transporte C-17, da Força Aérea dos EUA, de uma altura de centenas de metros. Eles teriam se agarrado ao trem de pouso ou à fuselagem na lateral da aeronave, de acordo com imagens divulgadas amplamente nas redes sociais. Abaixo, o momento da queda:
Imagens mostram afegãos correndo ao lado do transporte do C-17 enquanto ele se prepara para decolar com cerca de uma dúzia segurando o compartimento das rodas.
Helicópteros americanos Apache foram trazidos para abrir caminho para os aviões de transporte, voando baixo para dispersar as pessoas aglomeradas na pista.
Pessoas desesperadas também foram filmadas tentando subir uma escada para entrar em um avião, enquanto outras eram vistas sendo puxadas para bordo de outra aeronave.
Massouma Tajik, uma analista de dados de 22 anos, estava entre centenas de afegãos esperando ansiosamente para embarcar em um vôo de retirada de Cabul.
"Eu vejo pessoas chorando, elas não têm certeza se a fuga deles vai acontecer ou não. Nem eu", disse ela por telefone, com pânico em sua voz, segundo o "Guardian".
O presidente afegão, Ashraf Ghani, fugiu para a ex-república soviética do Tadjiquistão, cedendo o poder efetivamente ao comando Talibã. O avanço da milícia fundamentalista pelo país ocorreu praticamente sem resistência.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!