Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Para segurar namorado, mulher simulou toda gravidez, fingiu ir à maternidade e diz ao 'pai da criança' que amiga roubou o bebê


No Rio de Janeiro, uma mulher de 38 anos está sendo acusada de denunciação caluniosa e estelionato, após fingir estar gravida e inventar diversas mentiras para segurar o namorado.

No último dia 15 de junho, a mulher esteve na delegacia e disse que seu filho morreu no parto e que ela não havia recebido o corpo da crinça. Na sequencia, ela mudou a versão, afirmando que uma colega de trabalho, que estaria na unidade de saúde a acompanhando, teria roubado a criança, e depois, numa terceira versão, alegou que teria doado o menino à mulher para se vingar do namorado, de quem supostamente descobrira uma traição.

A colega de trabalho foi intimada e contou que havia recebido mensagens no dia do suposto parto avisando estar indo a uma maternidade. Horas depois, informou que “Ravi” havia nascido, mas que tinha um “problema no pulmão”. Em seguida, ela avisou que a criança estava morta.

Já o namorado da mulher contou ter um relacionamento há cerca de um ano e ter sido informado por ela da gravidez, após um exame feito. Ele relatou que no dia do suposto parto encontrou a namorada e a amiga, chorando, contou que o bebê havia morrido. 

No segundo depoimento que prestou, a auxiliar de serviços gerais admitiu nunca ter engravidado, tendo ficado frustrada com o resultado negativo do exame que fizera na Clínica da Família. Ela disse que “inventando essa história” acreditou que o namorado continuasse o relacionamento com ela. A mulher chegou a receber presentes, como roupas, fraldas e uma banheira, da família do rapaz e ainda ter enviado a ele fotos de um bebê e de uma maternidade que achou em um site de buscas da internet.


Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code