Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Inspirada no filme "Doce vingança" mulher é suspeita de ter ateado fogo no próprio pai

 

Reprodução TV Record





A polícia está à procura de uma mulher de 41 anos, Cláudia, que é acusada de ter matado o próprio pai na última sexta-feira (9), em Embu Guaçu (SP), se inspirado no filme "Doce Vingança", em que uma mulher mata os abusadores.

Segundo as informações, o homicídio teria sido motivado por vingança, já que o pai teria abusado dela na adolescência, conforme ela revelou à família há 11 anos, quando já estava com 30.

O pai, Aparecido, de 65 anos, estava internado em uma clínica de reabilitação há cinco anos e Claudia, que mora em Manaus, avisou a família que viria visitá-lo. Segundo um dos fundadores da clínica, foi a terceira visita da filha, que tratava o pai com carinho. 

"Ela sempre foi amorosa. Abraçava, beijava, ficava com o pai no cantinho dela", contou, dizendo que a filha havia requerido que o pai fosse morar com ela, mas o irmão não havia autorizado, mesmo Aparecido demonstrando a vontade de aposentar e viver com Cláudia.

De acordo com matéria da TV Record, Cláudia levou o pai para dar uma volta em uma trilha e então ateou fogo nele, que acabou não resistindo aos ferimentos. Ela teria perguntado ao irmão, antes da viagem, se ele conhecia o filme Doce Vingança.

A polícia está investigando o crime e várias pessoas já prestaram depoimento para auxiliar na busca por Cláudia, que ainda não foi encontrada. 





Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code