Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Greve na CPTM afeta Jundiaí e região ficará sem trem nesta quinta-feira (15)


Na manhã desta quinta-feira (15), uma greve de trabalhadores afeta ao menos 4 linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM)  em São Paulo. 

Segundo a TV TEM, em Jundiaí, os passageiros encontram dificuldades no serviço, que opera parcialmente.

Não há informações sobre o número de ferroviários que aderiram à paralisação. No entanto, a companhia informou que a circulação dos trens opera de forma parcial desde as 4h. Na linha 7 - Rubi, os trens circulam entre a estação Palmeiras - Barra Funda e a estação Caieiras.

As estações de Várzea Paulista (SP) e Campo Limpo Paulista (SP) também estão com portões fechados. Até o momento, não houve aglomeração de passageiros nestes locais. Nenhum método de transporte alternativo foi divulgado.

A CPTM afirmou que não vai haver acionamento do sistema Paese de ônibus, porque as linhas atingidas fazem trajetos muito grandes.

Veja o comunicado dos grevistas na íntegra:

Sem acordo em audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho, os Sindicatos da Sorocabana, de São Paulo e dos Engenheiros de São Paulo convocaram os ferroviários e se reuniram em assembleia para dar andamento à paralisação nessa quinta-feira, dia 15/07. “O TRT propôs que a CPTM repusesse o salário em 6,22%, mas a empresa não aceitou. A categoria está cansada de tanto desrespeito e resolveu parar o serviço a partir da 0 hora dessa quinta”, esclareceu o presidente interino do Sindicato da Sorocabana, José Claudinei Messias.

Os Sindicatos entraram com ação de Dissidio Coletivo de Greve no TRT solicitando que a empresa aceite os termos propostos no ACT 2021/2022 que foi parcialmente assinada, mas, justamente, as cláusulas econômicas não foram aceitas pela companhia que insistem em reajuste zero pelo segundo ano seguido. “O ferroviário trabalhou toda a pandemia e se dedicou, já no ano passado a empresa não reajustou o salário e agora querem isso de novo, mas tudo aumentou, como os ferroviários vão ter condições de viver sem saber se vão conseguir pagar as contas”, indaga Messias.

Reunidos em assembleia, os ferroviários, resolveram avançar com a greve paralisando o serviço a partir da 0 hora dessa quinta-feira, dia 15/07, sem previsão de retomada da operação.

Nós, Ferroviários da CPTM- Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, estamos em greve desde as 00:00 de 15/07/2021.

O motivo dessa atitude foi a intransigência da CPTM em querer retirar o pouco que a categoria tem de benefício. Esses poucos benefícios foram conquistados através de anos de luta!

Além disso a CPTM insiste em não repor a inflação de consome nossos salários, assim como o de todos os Paulistas.

Estamos Sem reposição da inflação desde Março de 2019.

Durante toda pandemia cumprimos nossa obrigação de prover transporte de qualidade à toda população, mesmo a custa de nossa vida – vários colegas de trabalho morreram em virtude da pandemia de Covid-19.

Desde Fevereiro desse ano estamos negociando com a CPTM e a única coisa que ela propõem é retirada de direitos e 0%(ZERO) de reposição salarial.

Em 14/07/2021 o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo propôs que a CPTM aplicasse um reajuste aos salários de 6,22%. Isso foi negado pela CPTM, que insiste em 0%(ZERO) de reposição.

A inflação acumulada de Março de 2019 até Fevereiro de 2020 foi de 3,64% – A CPTM ofereceu 0%(ZERO) de reajuste.

A inflação acumulada de Março de 2020 até Fevereiro de 2021 foi de 6,35% – A CPTM ofereceu 0%(ZERO) de reajuste.

Não nos resta outra alternativa a não ser o movimento grevista. Gostaríamos de trabalhar com as catracas abertas, porém a CPTM não aceita essa alternativa e prefere ocorra o movimento grevista.

A CPTM possui sete linhas em 271 Km de linhas e 94 estações operacionais atendendo a 23 municípios, incluindo capital, Grande São Paulo, e a região de Jundiaí, no interior paulista.

Antes dos impactos da pandemia de covid-19 sobre a demanda, as linhas da CPTM transportavam em torno de quatro milhões de pessoas por dia.

As linhas são:

7-Rubi (Jundiaí/Brás)

8 -Diamante (Amador Bueno/Júlio Prestes)

9-Esmeralda (Osasco/Grajaú)

10-Turquesa (Rio Grande da Serra/Brás)

11-Coral (Estudantes/Luz)

12-Safira (Brás/Calmon Viana)

13-Jade (Estação Aeroporto de Guarulhos/Engenheiro Goulart/Brás/Luz)

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code