Ticker

6/recent/ticker-posts

Justiça libera mulher que matou ex-genro ao defender a filha em Itupeva

Foi liberada em audiência de custódia, ocorrida nesta segunda-feira (28), a auxiliar de limpeza de 54 anos presa por matar um rapaz de 19, ex-companheiro de sua filha, em Itupeva, no último sábado.

Apesar de alegar legítima defesa, ela foi autuada em flagrante por homicídio consumado e não teve fiança arbitrada pelo delegado plantonista, que determinou sua recolha na Cadeia Feminina de Itupeva.

Já na audiência de custódia, realizada pelo Poder Judiciário, o juiz entendeu que a acusada não deveria permanecer custodiada durante o processo criminal, impondo, no entanto, condições para que respondesse em liberdade, como mudar de endereço ou sair da cidade sem autorização judicial.

Em depoimento, ainda no sábado, a mulher afirmou ter apenas se defendido da agressão cometida pelo rapaz, que estava armado com um facão e investiu contra ela quando tentou defender a filha, de 25 anos.

Ela explicou que o ex-genro e a filha conviveram por aproximadamente nove meses e que durante este tempo a parente foi vítima de todo tipo de agressão, motivo pelo qual decidiu terminar o relacionamento.

No sábado, foi informada que o jovem aguardava sua filha com um facão, bastante nervoso. A parente tem dois filhos pequenos, de dois e seis anos, e teria saído de casa pra receber o benefício do Governo.

Ela disse ter ouvido gritos de socorro da filha e, sabendo que o jovem esta armado, também pegou uma faca. Ao defender a filha, o homem investiu contra a declarante que, para evitar ser atingida, conseguiu golpeá-lo primeiro com uma facada mortal no coração.

Fonte: Imprensa Policial.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!