Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Russo se arrepende de entrar em “Big Brother Chinês”, mas só consegue ser eliminado dois meses depois


Um jovem tradutor russo de 27 anos acabou ficando “preso” em um reality show chinês para formar uma banda de K-Pop por quase dois meses sem conseguir sair do programa e voltar para casa.
Tudo começou quando Vladislav Ivanov, que também é modelo, aceitou o trabalho de tradutor no programa, que seria gravado numa ilha. Chegando lá, graças à sua desenvoltura, acabou convidado a concorrer a uma vaga no grupo pelos produtores e acabou aceitando e assinando contrato.

Logo no início do programa, no entanto, Ivanov percebeu que havia cometido um erro e, alegando não ter vocação para cantar e dançar, pediu para deixar o programa. O problema é que o contrato previa multas para quem fizesse isso e ele passou a pedir que o público o eliminasse nas votações que acontecem para escolher quem segue no programa.
"Me tornar um membro de uma boyband não é meu sonho, já que não sei cantar nem dançar. Espero que os juízes não me avaliem bem. Enquanto todos os outros devem receber uma nota A, espero receber uma nota F", disse ele em uma ocasião. "Não me amem. Vocês não verão resultado algum", disse ele em outra.

Só que sua falta de entusiasmo e tentativas deliberadas de ser eliminado acabaram cativando ainda mais o público, que simplesmente não o eliminou, dizendo que ele estava sendo autêntico.
Aos poucos, ele caiu de vez no gosto do público, passou a ser chamado de Lelush, personagem de seu anime favorito, e foi obrigado a permanecer no programa até o final, se tornando um símbolo da cultura Sang, que fala de postura de derrotado em qualquer circunstância.
A popularidade na China cresceu tanto que fãs chegaram a pagar por outdoors pedindo que ele permanecesse no programa, enquanto que na Rússia, onde mora, a hashtag #FreeLelush era muito mais comum, com gente acusando o programa de mantê-lo refém.
Na grande final, ele finalmente conseguiu não estar entre os 11 selecionados e teve permissão para voltar para casa. “Obrigado por finalmente me deixarem ir”, agradeceu, finalmente sorrindo.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code