Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Coronavírus pode permanecer no pênis por até 6 meses após infecção e gerar impotência


Segundo matéria publicada no Jornal Britânico The Sun, o coronavírus nos homens pode ficar no pênis por até seis meses após a infecção, aumentando o risco de impotência sexual. A condição é chamada “disfunção endotelial”, e ocorre por meio da diminuição de circulação de sangue no corpo. 

Os especialistas descobriram que o vírus estava presente no tecido dos homens que haviam sido infectados e ambos tinham evidências de disfunção endotelial – enquanto os dois homens que não haviam sido infectados, não.

O estudo foi feito Ranjith Ramasamy, professor associado e diretor do Programa de Urologia Reprodutiva da “Miller’s School” que comentou sobre a pesquisa: "Nossa pesquisa mostra que a Covid-19 pode causar disfunção endotelial generalizada nos sistemas de órgãos além dos pulmões e rins. Isso pode afetar diversos órgãos, inclusive o pênis”. 

Os especialistas acrescentaram que este pode ser o primeiro passo para entender o impacto potencial do vírus na fertilidade masculina e se o Covid-19 pode ser transmitido sexualmente.

No ano passado, cientistas alertaram que houve um aumento no número de homens com disfunção erétil – mas afirmaram que isso pode ter ocorrido devido ao estresse da pandemia.

Pesquisadores ainda disseram que este pode ser o primeiro passo para entender o potencial impacto do vírus na fertilidade masculina. Também, o estudo visa identificar se a Covid-19 pode ser sexualmente transmissível.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code