A cidade de Serrana, que foi escolhida pelo Instituto Butantan para testar a eficácia da imunização em massa com a Coronavac, registrou — quase dois meses após o início do projeto — queda nos casos graves de covid-19. Desde o último fim de semana, nenhum paciente estava intubado na Santa Casa e na UPA local.




66% da população de Serrana já recebeu a segunda dose da vacina e os resultados do estudo da Coronavac no município devem ser divulgados em maio. O prefeito de Serrana, Leonardo Capitelli, relatou a Agência Brasil que também já percebeu uma diminuição no número de casos graves.

Porém, de acordo com o hematologista Pedro Garibaldi (um dos coordenadores do Projeto S), a situação dos hospitais da região de Ribeirão Preto, onde fica Serrana, ainda é crítica.