A cidade de Araraquara, que teve ‘lockdown’ de 10 dias em fevereiro e tem queda de casos, mortes e internações de moradores.

Araraquara foi a primeira cidade do estado de São Paulo a proibir a circulação de pessoas – a não ser para ir trabalhar ou buscar atendimento médico. Às 12h de 21 de fevereiro, a cidade fechou até serviços essenciais, como supermercados e postos de gasolina, suspendeu a circulação do transporte público e montou blitze nas ruas para manter as pessoas em casa. A medida durou 10 dias.




Em fevereiro a cidade teve queda de casos e mortes pela doença. Em março, Araraquara teve 2.780 casos, redução de 33,8% em relação a fevereiro, quando foram registrados 4.218.

Nesta terça-feira, o município também registrou mais 113 casos da doença e chegou a 17.698.
A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva está em 90% (dois pontos percentuais a menos que segunda). Já os leitos de enfermaria estão com 59% de ocupação (4 pontos percentuais a menos que segunda). Do total de 178 internados, 98 são de outras cidades.