Região - Adolescente de 15 anos é detido por tráfico pela 10ª vez - Itupeva Agora

Agora

terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Região - Adolescente de 15 anos é detido por tráfico pela 10ª vez


A punição branda a menores infratores, mesmo pelo cometimento de crimes com emprego de violência e até hediondos, continua favorecendo traficantes, que se valem da mão de obra de adolescentes para a comercialização de entorpecentes em toda a Região.

Neste final de semana, um jovem de apenas 15 anos foi detido pela 10 vez por tráfico. Apesar da apreensão, feita pela PM em Cabreúva, ele não deu sinais de que pretende deixar de vender drogas

Um adulto também foi preso na ação. Ele estava em liberdade condicional e garantiu integrar uma facção criminosa que age dentro e fora de presídios de todo o país e controla a maioria dos pontos de tráfico dos municípios paulistas.

De acordo com o tenente Iuri, da equipe do capitão Augusto José Martinelli, do 11º Batalhão da Polícia Militar do Interior, a detenção dos criminosos ocorreu durante operação de prevenção contra aglomeração e distúrbios civis em razão da final da Copa Libertadores da América, que se encerrou no começo da noite de sábado (30).

Ele explicou que uma denúncia anônima foi feita à PM, que repassou às equipes em patrulhamento a informação de que, no cruzamento das ruas Pirassununga e Uberlândia, no bairro Novo Bonfim, um homem responsável por gerenciar o tráfico fora flagrado entregando sacolas cheias de drogas para menores venderem no local.

Por esse motivo, um cerco foi preparado nas imediações e dois suspeitos foram vistos correndo no momento da aproximação das viaturas. Um deles chegou a entrar em uma área de mata, mas foi detido pouco tempo depois pelos militares (Iuri e soldados Cleverson, Oliveira Silva e Pietro), que conseguiram deter o outro comparsa que também tentou escapar.

O tenente do 11º Batalhão destacou o apoio de outras equipes (cabos Rony, Reis e Neto, e soldado Renato), incluindo uma de Força Tática (sargento Leandro e soldados Bispo e Amaral), que auxiliaram na condução dos detidos e contagem das drogas (maconha, crack, cocaína e haxixe).

Ele explicou que a dupla também estava em poder de dinheiro oriundo do tráfico, e que todo o material foi apresentado na delegacia local, onde foram elaborados o auto de prisão em flagrante do adulto e de apreensão do menor.

O adulto não teve fiança arbitrada, conforme determina a lei, e pode ser condenado agora a uma pena de até 15 anos de reclusão, além do pagamento de multa ao Estado.

O adolescente, por sua vez, foi novamente liberado aos pais, que assinaram termo de compromisso de apresentá-lo à Vara da Infância e da Juventude. Com base no Estatuto da Criança e do Adolescente, ele deverá receber uma medida socioeducativa.

Ao contrário da longa pena imposta a adultos presos por tráfico, a aplicada a menores tem como limite a internação em unidades de custódia como a Fundação Casa (antiga Febem), até o limite de 18 anos.

Fonte - ImprensaPolicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas