Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Novo ICMS causa reajuste de até 13,4% de produtos no comércio

 



Os preços dos produtos no varejo já começam a ficar mais caros no início do ano. O decreto do Governo do estado de São Paulo que determinou o aumento do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) encareceu os produtos do varejo em até 13,4% com a nova alíquota do imposto estadual, segundo pesquisa da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e Apas (Associação Paulista de Supermercados). 

Produtos como luminárias subiram até 13,4%, roupas (o que inclui vestuário, artigos de couro e calçados) até 7,3%, produtos eletrônicos mais 4,4%, móveis e colchões 1,8%. O setor também sofre com o aumento dos custos indiretos, pois os impostos sobre máquinas e equipamentos usados nas indústrias, serviços de telecomunicações além dos combustíveis, insumo básico do transporte de bens e serviços ficaram mais caros. 

Estes aumentos de custo indireto devem se refletir em uma alta de até 5% no custo operacional do comércio, o que irá impactar na redução do consumo e aumento da importação.

A ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) vê com temor as medidas de aumento de impostos e sucessivos decretos de fechamento de lojas de shopping, o que podem levar a mais desemprego no setor e fechamento definitivo de lojas. 

"Em um período de pandemia os lojistas ficaram fechados por meses e seguiram funcionando de forma reduzida, sem falar na redução da renda que fez o faturamento destas empresas cair de forma considerável. Este é mais um peso que recai sobre o empresariado e que terá, como consequência elevação do preço final.", comenta Luis Augusto Ildefonso, diretor institucional da ALSHOP.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code