Homem contrata prostituta. Não paga e diz que prostituição é imoral. Acaba sendo condenado - Itupeva Agora

Agora

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

Homem contrata prostituta. Não paga e diz que prostituição é imoral. Acaba sendo condenado


Nesta semana, um homem foi condenado na Suprema Corte Suiça, por contratar uma acompanhante, usufruir dos serviços e não pagar. Em 2016, ele publicou um anúncio dizendo que pagaria 2 mil francos suíços (cerca de R$ 11.900) por um programa com uma "mulher jovem". No dia do encontro ele falou que pagaria na despedida, consumou o ato e no final se negou a pagar.
A trabalhadora do sexo acionou a Justiça do país e conseguiu que ele fosse condenado por fraude, ao juiz o homem se defendeu dizendo que não pagou pelo trabalho porque "um contrato de prostituição é imoral". Ele ainda argumentou que ela agiu de forma imprudente ao aceitar que ele pagasse depois. A defesa dele não colou com o juiz e ele acabou sendo condenado em última instancia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas