Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Homem assassina mulher com policiais do lado de fora da casa e diz “Podem entrar, está morta”


Nesta segunda-feira (22), foi preso em Belo Horizonte, um homem, de 35 anos, que assassinou a companheira a facadas.

Um colega de trabalho de Clenilda Alzira da Silva, de 43 anos, é que denunciou o sumiço da vítima. Segundo a polícia, esse amigo costumava dar carona para seguirem até o trabalho. Tocou a campainha da casa dela e não foi atendido. Mandou mensagens pelo celular, foram visualizadas, mas ele não obteve resposta. Decidiu, então, levar o caso à delegacia.

Dois policiais foram até a casa onde Clenilda morava. Assim que chegaram no local, por volta das 15h, os agentes foram recebidos pelo companheiro de Clenilda. Ele estava exaltado e perguntou o que os policiais estavam fazendo lá, se tinham mandado. Logo na sequência, após os agentes tentarem acalmar os ânimos, o companheiro de Clenilda entrou para a residência. Do lado de fora, os policiais ouviram um grito dela.

Imediatamente, os policiais se prepararam para entrar na casa quando viram o homem retornando à varanda. “Ele perguntou se a gente iria entrar. A gente respondeu que sim, e ele pronunciou simplesmente uma frase. ‘Pode entrar, que acabei de matá-la’”, contou o delegado Rômulo Dias.

De acordo com a polícia, os agentes entraram na casa e renderam o suspeito, que não ofereceu resistência. Os policiais depararam com a vítima caída no chão, com marcas do ataque. Além disso, segundo a Polícia Civil, há indícios de que a mulher tenha sido mantida em cárcere privado.

“Todas as roupas da vítima estavam danificadas, aparentemente cortadas com tesouras. Havia um quarto, provavelmente o quarto em que ela estava sendo mantida em cativeiro e a chave que tranca esse cômodo estava do lado de fora, o que nos dá a indicação que ela era mantida reclusa ali”, descreveu o delegado.

Clenilda foi levada com vida para o Hospital Júlia Kubitscheck, no bairro Araguaia, no Barreiro, mas não resistiu. O suspeito foi preso em flagrante e levado para a delegacia.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code