Professora de 35 anos acusada de se relacionar com aluno de 15 diz no tribunal que não tinha nem tempo para isso - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Professora de 35 anos acusada de se relacionar com aluno de 15 diz no tribunal que não tinha nem tempo para isso

 


Kandice Barber, uma professora de 35 anos, acusada de ter se relacionado sexualmente com um aluno de 15 anos, disse ao tribunal nesta sexta-feira (22/01), que não poderia ter feito sexo com o rapaz porque estava muito ocupada. A defesa também tentou apontar inconsistências na versão do menino por conta da baixa estatura da mulher. 

O caso aconteceu em 2018, na Inglaterra, e esse já é o segundo julgamento, depois que o primeiro não chegou a um veredicto para as três acusações de atividade sexual com uma criação. 

Ao tribunal, a defesa da professora detalhou a agenda lotada da mulher, que é casada e tem três filhos, como uma das provas para que não houvesse sequer tempo para ela se envolver com o aluno na data em que ele a acusa. 

"Não poderia ser possível. Em 10 de outubro, tive uma reunião com a organização de acolhimento que começou às 16h30 e ela provavelmente saiu às 18h30. Tanto meu marido quanto eu já estávamos passando por um processo de adoção, mas decidimos tentar um bebê. Decidimos encerrar o aplicativo enquanto tínhamos um bebê. Esta data demonstra o encontro que tivemos com ela. Depois disso, eu teria que fazer lanches para meus filhos no dia seguinte e arrumar o uniforme escolar deles", alegou Barber.

Contra a professora, no entanto, pesam fatos como pesquisas no celular apreendido com a palavra "álibi" e também por "locais isolados" (a alegação é de que teriam feito sexo em um campo.

Barber foi presa na Princes Risborough School um dia depois que o aluno disse ao diretor Nicholas Simms que os rumores sobre seu relacionamento sexual com a professora eram  eram verdadeiros.

O julgamento segue em andamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas