Pai assassina filho de nove anos após discussão com a ‘ex’ sobre vacina contra a Covid-19 - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Pai assassina filho de nove anos após discussão com a ‘ex’ sobre vacina contra a Covid-19


Um norte-americano matou o próprio filho de apenas nove anos, após discutir com a ex-mulher, mãe da criança, sobre se o menino deveria ou não receber a vacina contra a Covid-19. O pai cometeu suicídio na sequencia.

Stephen O'Loughlin, de 49 anoos, e o pequeno Pierce foram encontrados mortos em casa na última quarta-feira, mas só agora as autoridades avançaram na investigação do caso como um homicídio seguido de suicídio. Segundo fontes policiais, o norte-americano, residente em São Francisco, EUA, estava numa disputa legal com a ex-mulher, Leslie Hu, sobre a custódia do menor. Um dos vários pontos de discórdia entre o casal era a saúde do menino e o fato de Leslie querer que Pierce fosse vacinado contra a Covid-19.

A advogada da mãe da criança, Lorie Nachils, diz que Stephen "estava mentalmente perturbado e acreditava em teorias da conspiração", acreditando que a vacina contra a Covid-19 tem um dispositivo colocado pelo governo que pretende controlar a mente dos imunizados contra o novo coronavírus.

Após uma longa discussão, Stephen acabou por aceitar que Pierce fosse vacinado mas, quando Leslei saiu de casa, ele assassinou o filho a tiros, disparando a arma contra si mesmo em seguida.

"Ele castigou a Leslie com o mais horrível ato de violência, assassinando o filho dela. Ela vai sofrer para o resto da vida com este peso, como ele queria", lamentou a advogada da mãe do pequeno Pierce ao canal KRON4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas