Mulher ganha bilhete de loteria de gorjeta, é premiada e acaba sequestrada pelo ex e processada pelo cliente, por colegas e até pelo governo - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Mulher ganha bilhete de loteria de gorjeta, é premiada e acaba sequestrada pelo ex e processada pelo cliente, por colegas e até pelo governo


Edward Seward entrou em uma Grand Bay Waffle House há quase 20 anos, sentou-se e tomou o café da manhã. Foi nesse dia que ele mudou a vida da garçonete que o atendia.
Ele deu um bilhete de loteria como gorjeta para a garçonete Tonda Dickerson, uma mulher então divorciada que tinha 20 anos de idade. No sábado seguinte, depois do sorteio, Tonda passava a ter 10 milhões de dólares na conta.
Os documentos judiciais apresentados mostram que ela optou por receber US $ 375.000 por mês ao longo de 30 anos, em vez da quantia total de uma vez, uma medida geralmente considerada sábia entre planejadores financeiros e outros especialistas em economia. Dickerson nunca mais teria que trabalhar. Doce ilusão.
Ela rapidamente se viu envolvida em várias batalhas jurídicas com amigos, colegas, a Receita Federal e até com Edward Seward - o homem que lhe deu o bilhete como gorjeta.
Os colegas de trabalho, processaram a garota alegando que tinham um acordo no qual todos os bilhetes de loterias dados por clientes como gorjetas seriam compartilhados igualmente. Segundo os colegas de trabalho, eles também receberam bilhetes de loteria como gorjeta e testemunharam que eles e Tonda tinham um plano para compartilhar os ganhos. Um casal que jantava regularmente no restaurante testemunhou que Tonda havia comentado sobre o acordo. Ela perdeu o caso em primeira instância.
Na sequência, Tonda apelou para a Suprema Corte do Alabama, que reverteu a decisão, determinando que qualquer acordo com entre as garçonetes não tinha valor legal.
Em fevereiro de 2002, quase três anos depois, um juiz arquivou uma ação movida contra Tonda por Edward Seward, o que deu o bilhete, que alegou que também havia feito um acordo no qual ela prometia um carro novo para ele casso o bilhete foi premiado.

Na mesma semana em que a ação de Edward foi negada, o ex-marido de Tonda, de quem ela havia se divorciado em 1997, dois anos antes da vitória na loteria, tentou sequestra-la
Ele avançou contra Dickerson enquanto ela dirigia sua caminhonete no Condado de Jackson, Mississippi. “O tempo todo que eles estavam dirigindo, ele disse a ela que iria matá-la”, disse o xerife na época. “Eles dirigiram na Rodovia 90 para o condado de Jackson, onde ele a levou para uma área portuária”.
Durante a viagem, o celular de Tonda tocou, mas Martin se recusou a deixá-la atender, ameaçando matá-la se ela atendesse. Quando a dupla chegou ao Porto, Dickerson implorou a Martin para deixá-la ir, de acordo com relatos da época. Durante suas súplicas, seu telefone tocou pela segunda vez. “Ela pediu a ele que a deixasse atender, dizendo que se ela não atendesse, eles começariam a procurá-la”, disse o xerife.
Quando Martin concordou em deixá-la atender, Dickerson enfiou a mão na bolsa e puxou uma pistola calibre 22 e disparou contra ele, acertando-o no lado direito do peito.
Após o tiroteio, Martin atacou Tonda e tirou a arma dela, dizendo que iria matá-la e a si mesmo. Tonda conseguiu convencer Martin a procurar tratamento para seus ferimentos, e eles partiram para o hospital. A polícia foi chamada assim que a dupla chegou ao hospital.

Mas não acabou aí. Por mais de uma década, a Receita Federal discutiu com Tonda sobre exatamente quanto ela devia a eles. Em março de 2012, os advogados da firma Sirote & Permutt de Birmingham argumentaram com sucesso perante o Tribunal Tributário dos EUA que a Receita estava errada ao exigir cerca de US $ 1 milhão em imposto sobre doações - além do imposto de renda - depois que Tonda deu a maior parte de seus ganhos para sua família por meio de uma empresa que abriram.
O tribunal decidiu que o bilhete de loteria premiado de Dickerson na Flórida valia apenas uma fração de seu valor nominal na época em que era tributável por causa de reivindicações conflitantes sobre o dinheiro apresentadas por suas colegas garçonetes.
Pouco se sabe sobre como Tonda vive hoje em dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas