Morador de Itupeva conta como perdeu mais de 400 mil investindo em Bitcoin - Itupeva Agora

Agora





terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Morador de Itupeva conta como perdeu mais de 400 mil investindo em Bitcoin



Um morador de Itupeva,  resolveu compartilhar sua história com o site Cointelegraph para, segundo ele, alertar sobre os riscos de investir em criptomoedas.

"Eu preciso contar minha história para vocês, pois, igual eu, devem existir milhares de pessoas que ficam afoitos vendo todo mundo comprar Bitcoin e 'ficar rico' e então, sem saber, se aventuram nesse mercado e depois, além de não 'enriquecer' ainda perdem o pouco que tinham", disse.


Pé frio


O investidor pediu para não ter o nome revelado, mas compartilhou prints e endereços em blockchain para comprovar sua história.

Segundo ele, a primeira vez que ouviu falar de Bitcoin foi em 2017 por meio de uma empresa chamada Fullon, que prometia rentabilidade com BTC e Ethereum por meio de operações de trade e mineração.

Atraído pela proposta de rendimento 'fácil' acabou comprando pacotes de investimento da empresa que, depois, 'desapareceu', revelando ser uma pirâmide financeira.

"Perdi bastante dinheiro com eles, mas esse negócio de Bitcoin me chamou a atenção e vi que o Bitcoin era de verdade, não tinha nada a ver com a empresa que me enganou", disse.

Então, o investidor passou a acompanhar os gráficos e ler análises sobre os movimentos de preço.

Até que, depois do tombo com a empresa de marketing multinível, resolveu comprar novamente a criptomoeda. 

"Em 2017 o  Bitcoin não parava de subir, outras moedas 'bombando' também e as análises que eu lia só falavam em alta, US$ 30 mil, US$ 50 mil... parecia que o Bitcoin iria substituir o dólar. Bolsas de valores em todo o mundo negociando Bitcoin, não podia perder tempo e comprei quando chegou em US$ 19 mil", disse.

Mas, depois que o investidor 'pé frio' itupevense comprou, o preço do Bitcoin foi ladeira abaixo. 

"Todo mundo falava para mim que era para guardar, esperar que um dia iria subir de novo. Não tenho coração para isso. Quando vi que chegou a US$ 10 mil eu vendi tudo, tinha comprado 15 Bitcoins na época", destacou afirmando que depois disso nunca mais comprou BTC de novo até agora....

Em uma conta rapida 15 bitcoins, com prejuízo de 9 mil dólares em cada um, cerca de 400 mil reais.


Déjà vu em 2021


Depois disso, o investidor que tinha afirmado nunca mais investir em Bitcoin, começou a ver notícias sobre a criptomoeda 'pipocando' novamente nos grandes portais de notícias, como CNN e G1.

"Quando eu vi uma matéria da CNN sobre Bitcoin e vi o valor que estava eu pensei 'Porque eu não guardei os Bitcoins que eu tinha. Não vou deixar a oportunidade passar de novo, então fui lá e comprei Bitcoin novamente", destacou.


O investidor revelou que comprou Bitcoin por cerca de US$ 41 mil e ficou 'super empolgado' vendo ele subir até perto de US$ 42 mil.

"Fiz a boa, pensei e decidi que não ia ficar olhando os gráficos para não ficar 'doido' igual em 2017. Se caísse eu ia me manter firme. Mas aí hoje estava em US$ 32 mil e não tive coragem. 'Essa merda vai despencar de novo, não vou perder metade do meu dinheiro de novo', disse na hora que vendi tudo", afirmou.


As oscilações do mercado trouxeram um aprendizado para o investidor.


Segundo ele, o que ficou de tudo isso foi que as criptomoedas são muito voláteis e quem deseja investir neste mercado precisa conhecer muito sobre ele e, principalmente, não se deixar levar pelas notícias e pelas análises de mercado.

"Análise de mercado parece horóscopo e se o preço tá no verde, todo mundo fala que vai subir e isso e aquilo, aí quando cai, os mesmos caras falam que tinham alertado que x bateu com y e que tal coisa no gráfico mostrava isso e usam as mesmas linhas que usavam para falar que ia bater US$ 100 mil para falar agora que pode cair para US$ 20 mil. Notícias também, quando sobe o noticiário parece que é o Bitcoin é a maior maravilha do mundo... ai quando cai, parece que você é o maior idiota do mundo que acreditou no que eles estavam falando", afirma.

O investidor deixa sua recomendação: se você não tem 'mão firme' fique fora do mercado de criptomoedas.

Texto de Cassio Gusson para o site https://cointelegraph.com.br/news/only-i-buy-btc-plummets-reveals-brazilian-investor-cold-foot-who-bought-bitcoin-at-the-high-of-2017-and-2021

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas