Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Idosa que 'faleceu de Covid-19' reaparece viva dez dias depois

Um erro de informação provocou uma grande confusão com a declaração da morte de uma idosa por Covid-19. No início de janeiro de 2021, Rogelia Blanco, 85 anos, foi internada por Covid-19 após ser infectada em um asilo na Galiza, cidade da Espanha. 

Pela necessidade do distanciamento social e sem a possibilidade de ter um acompanhante, a idosa foi declara morta pelo hospital. O asilo foi comunicado pelo hospital do óbito e avisou a família no dia 13. O velório e o sepultamento foram realizados pelos familiares com o caixão lacrado, o que impediu a identificação.

Dez dias depois, aconteceu uma reviravolta. Rogelia voltou ao asilo, no último sábado (23) como mais uma sobrevivente da pandemia. A direção do hospital declarou que houve uma confusão na identificação, e sua família foi informada de que a mulher falecida era Concepción Arias, colega de quarto de Rogelia.

A confusão também deixou a família Arias desnorteada. O irmão de Concepción, Maximino, de 85 anos, disse ao jornal galego que havia ido para a casa de saúde no sábado acreditando que a irmã havia se recuperado da Covid-19.

"Quando cheguei lá, deram-me a notícia de que a minha irmã estava morta havia dez dias", disse ele, que agora espera autorização para a transferência do corpo à cidade natal de Concepción.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code