Funcionários da UPA de Várzea Paulista são advertidos após brincadeira nas redes sociais - Itupeva Agora

Agora

sábado, 23 de janeiro de 2021

Funcionários da UPA de Várzea Paulista são advertidos após brincadeira nas redes sociais



Alguns funcionários da UPA que trabalham no enfrentamento ao coronavírus foram vacinados nessa semana e após isso, publicaram em suas redes sociais particulares fotos de uma brincadeira que vem sendo feita em vários lugares do país.

Os funcionários foram advertidos pela diretoria do ISSRV (Instituto Social Saúde Resgate à Vida), se desculparam e retiraram as postagens.

A Unidade Gestora de Saúde reiterou que essas brincadeiras são desaconselhadas e aprovou a advertência dada aos trabalhadores, mas reiterou a importância deles no enfrentamento ao Coronavírus. “A brincadeira não foi conveniente, mas daí a resumir o importante trabalho que esses profissionais realizam no dia a dia a um deslize desses, não é justo.” Disse André Oliveira. “De qualquer forma concordamos com a advertência e reiteramos a todos que esse tipo de coisa é desnecessário. Com isso acredito que não se repetirá.” Completou.

Página apócrifa publica fotos

Uma página apócrifa da internet republicou algumas dessas postagens, dizendo que isso representava a qualidade do serviço de saúde prestado na cidade, o que foi rechaçado pela diretoria da ISSRV, organização social que gere a Unidade de Pronto Atendimento. “Concordo que a brincadeira foi inconveniente, mas daí a dizer que esses profissionais que trabalham dia a dia para salvar vidas, enfrentando a pandemia, são de baixa qualidade é extremamente injusto e ofensivo. O trabalho que eles prestam dia a dia vai além de interesses políticos e podem salvar vidas, inclusive, de quem os acusa. Mas, de qualquer forma eles foram advertidos e as postagens foram retiradas.” Disse Joyce Dias, Diretora da Unidade.

Funcionários acionarão a página judicialmente

Entendendo que a brincadeira não ofende ou afeta ninguém e que a página usou de má fé ao publicar suas fotos particulares, atribuindo deméritos que não condizem com a atuação de cada um, os trabalhadores irão acionar judicialmente a página que publicou as fotos sem autorização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas