Defesa Civil faz alerta para chuvas previstas e acumuladas - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Defesa Civil faz alerta para chuvas previstas e acumuladas


Conforme boletim divulgado pela Defesa Civil do Estado de São Paulo, a região de Campinas, da qual Itupeva faz parte, é uma das áreas com aviso de risco meteorológico para os próximos dias. Entre esta terça (19) e quinta-feira (21), as condições para pancadas de chuva forte, com momentos de tempestade severa, seguidas por raios e ventos, somadas à umidade já acumulada devido às chuvas dos últimos dias, tornam as áreas mais vulneráveis com risco para deslizamentos, desabamentos, alagamentos, enchentes e ocorrências relacionadas a raios e ventos.
Jundiaí encontra-se no momento em estado de Observação. Para o coordenador da Defesa Civil do Município, o coronel João Osório Gimenez Germano, índices de ocorrências no Município estão relativamente baixos. “Apesar do volume expressivo de chuvas este mês, as vistorias preventivas e o trabalho realizado pela Prefeitura nos últimos meses, como intervenções de limpeza, desassoreamento nos rios e córregos e outras obras pontuais, têm permitido a vazão satisfatória nos cursos d’água e, felizmente, mantido as ocorrências em um nível relativamente baixo”, afirma.
O acumulado de chuvas no Município este mês, até esse domingo (17), está em 284 milímetros. O volume de chuva esperado para todo o mês de janeiro, considerando a média dos últimos nove anos, é de 432 mm. O período tem sido marcado por chuvas intensas e de curta duração durante os períodos da tarde e da noite.
A Defesa Civil pode ser contatada pelos telefones 199 ou 4586-0666. Os interessados em receber alertas meteorológicos da Defesa Civil devem enviar um SMS para o número 40199 com o Código de Endereçamento Postal (CEP) de interesse e terão seu número cadastrado.
Em caso de chuvas fortes, ventos e descargas elétricas, as pessoas evitem sair de casa, desliguem e se afastem de aparelhos eletrônicos, e se estiverem no trânsito ou na rua busquem abrigo em locais seguros. Em caso de enchentes, a orientação é evitar o contato com a água, desconectar aparelhos eletrônicos, manter os alimentos fora do contato com a água e evitar se locomover na correnteza.
Já em caso de deslizamentos, a orientação é observar sinais de movimentação, como trincas nas paredes e inclinação de muros, e abandonar o imóvel, acionando a Defesa Civil. Fica também a orientação para eliminar água acumulada, inibindo assim a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya, zika e febre amarela.
(Fonte/Foto: Prefeitura de Jundiaí)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas