Testemunha afirma em audiência que Flordelis possui objetos para prática de rituais "não evangélicos" - Itupeva Agora

Agora





terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Testemunha afirma em audiência que Flordelis possui objetos para prática de rituais "não evangélicos"

 

Imagem Reprodução Rede Globo

De acordo com informações do jornal Extra, uma testemunha disse em depoimento que a deputada Flordelis dos Santos, acusada de arquitetar e auxiliar na execução do marido, Anderson do Carmo.

Na audiência, a empresária Regiane Ramos disse que a parlamentar mandou que um de seus filhos, Carlos Ubiraci, que está preso como um dos acusados de envolvimento no crime, retirasse da casa uma mala com o material.





Segundo Regiane, os rituais eram realizados no quarto de orações, onde nem todos tinham permissão de participar “Só algumas pessoas podiam entrar nesses rituais. São (rituais) para acabar casamento, fazer as pessoas ficarem cada vez mais grudadas a ela. Eles não são evangélicos”, disse ela, afirmando ainda que acredita que Flordelis escolheu a religião evangélica porque “era a que dava dinheiro”.

“Ela pegava nomes de pessoas que queria que se aproximassem da família e fazia a preparação. Tinha mel, açúcar e alguidar. Havia orações, pedidos para Deus, mas aquilo não era normal no meio evangélico”, contou Wagner de Andrade Pimenta, conhecido como Misael, um dos filhos adotivos de Flordelis.

Além dela, também são acusados do crime outros sete filhos e uma neta. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas