Jundiaí segue no estado de Observação após chuvas de novembro - Itupeva Agora

Agora





terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Jundiaí segue no estado de Observação após chuvas de novembro



Uma chuva forte e generalizada atingiu o município de Jundiaí no início da tarde desta segunda-feira (30). Com grande volume de água, diante do curto período de tempo, o escoamento acontece de forma lenta. O acumulado de chuvas em novembro/2020, até as 17h30 de ontem, estava em 197 mm. O volume de chuva esperado para todo o mês de novembro, considerando a média dos últimos 8 anos, é de 258 mm.


De acordo com o boletim da Defesa Civil, nas últimas horas foram registrados os seguintes índices pluviométricos no município:


Roseira: 27 mm

Jardim Florestal: 20 mm

Jardim Tamoio: 14 mm

Fazenda Grande: 13 mm

Vila Graff: 10 mm

Jardim Santa Gertrudes: 7 mm


Ocorrências


A Defesa Civil foi comunicada da queda de duas árvores. As ocorrências foram encaminhadas à Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP). A equipe da Defesa Civil realizou vistorias preventivas na tarde desta segunda-feira (30), mas nenhuma situação grave foi registrada, até o momento. As condições climáticas seguem em monitoramento pelo órgão. Jundiaí se encontra no estado de OBSERVAÇÃO.


Previsão


A tendência para os próximos dias da semana é que sejam semelhantes ao de hoje, com sol e calor pela manhã, seguido por pancadas de chuvas à tarde e à noite.


Todo munícipe pode cadastrar seu celular, gratuitamente, para receber alertas meteorológicos da Defesa Civil via SMS. Os interessados devem enviar um SMS para o número 40199 com o Código de Endereçamento Postal (CEP) de interesse.


Em caso de necessidade, a Defesa Civil pode ser contatada pelos telefones 199 ou (11) 4586-0666. O órgão orienta que em caso de fortes chuvas, ventos e descargas elétricas as pessoas evitem sair de casa e desliguem aparelhos das tomadas. Quem estiver no trânsito ou na rua, deve procurar abrigo em locais seguros.


É importante que todo cidadão fique atento, nestes episódios de chuvas, para eliminar os criadouros de mosquitos transmissores da dengue, chikungunya, zika e febre amarela. Deve-se sempre observar se há água parada nos vasos e pratos de plantas, água parada em calhas, manter o lixo bem fechado e no interior das lixeiras, e verificar a presença de possíveis depósitos de água no interior do imóvel (caixa d’água, pneus, garrafas e outros).


(Fonte/Imagem: Prefeitura de Jundiaí)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas