Ad Code

Ticker

6/recent/ticker-posts

Com casos de Covid-19 dobrando a cada 7 dias, Londres amplia restrições no país

 


Autoridades britânicas informaram nesta segunda-feira (14/12), que Londres e partes do sudeste da Inglaterra entrarão no nível mais alto de alerta contra o coronavírus por conta do aumento dos casos. 

"Sei que é uma notícia difícil (...) e que para os negócios afetados será um revés considerável", mas "esta ação é absolutamente essencial", disse o ministro da Saúde Matt Hancock ao Parlamento, apontando que, em algumas das regiões, o número de infectados está dobrando semanalmente.





"Sabemos que esta duplicação de casos se refletirá nas admissões hospitalares e é preciso somente algumas poucas duplicações para que o sistema público de saúde fique saturado", justificou.

Esse nível de alerta prevê o fechamento de 
locais culturais como cinemas, teatros e museus; hotéis, bares e restaurantes - que só poderão funcionar com delivery. A recomendação aos britânicos também é que evitem viagens não essenciais e que, quem puder, trabalhe de casa. Escolas, comércios, salões de beleza e barbearias podem funcionar, seguindo as recomendações sanitárias.

Segundo o ministro, foi detectada uma variante do vírus que se propaga com mais rapidez do que as anteriores, o que motiva o fechamento. Apesar disso, não há informação de que a variante possa ser mais grave. 

O Reino Unido 
já passou por dois confinamentos e, com mais de 64 mil mortes por Covid-19, foi o primeiro país ocidental a iniciar a campanha de vacinação, utilizando a vacina desenvolvida pela Pfizer/BioNTech.

Postar um comentário

0 Comentários

Leia e se divirta!

Ad Code