Bolsonaro é condenado a indenizar jornalista que acusou de divulgar fake news - Itupeva Agora

Agora

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Bolsonaro é condenado a indenizar jornalista que acusou de divulgar fake news

 


O presidente Jair Bolsonaro foi condenado a indenizar em R$ 10 mil a jornalista e colunista do UOL, Bianca Santana, por danos morais. 

Bianca entrou na Justiça pedindo a reparação depois que o presidente disse em lives no dia 28 de maio deste ano que ela divulgava fake news. A acusação foi feita na mesma semana em que a jornalista havia publicado texto citando relações entre amigos e familiares de Bolsonaro com os acusados do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco.





O pedido inicial era de R$ 50 mil, mas o juiz reduziu o valor da indenização depois que o presidente se desculpou nas redes sociais, dois meses após o ocorrido: "Eu fiz referência a várias reportagens de fake news, e uma falei que era dela. Não era dela, tinha o nome dela lá embaixo. Houve equívoco da minha parte. Não era da jornalista Bianca Santana, minhas desculpas a Bianca Santana por esse equívoco nosso".

Bianca anunciou que pretende transferir o valor para o Instituto Marielle Franco e disse que "o que mais chama a atenção não é pelo valor, mas o fato de um presidente da República, que vem agredindo jornalistas e ferindo a liberdade de expressão, ser condenado". 

Bianca é jornalista, escritora e pesquisadora. Doutora em ciência da informação, pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA), com uma tese sobre memória e escrita de mulheres negrasAutora do livro Quando me descobri negra (SESI-SP, 2015); organizadora das coletâneas Inovação Ancestral de Mulheres Negras: táticas e políticas do cotidiano (Oralituras, 2019), Vozes Insurgentes de Mulheres Negras: do século XVIII à primeira década do século XXI (Mazza Edições/Fundação Rosa Luxemburgo, 2019), e Recursos Educacionais Abertos: práticas colaborativas e políticas públicas (Edufba/Casa de Cultura Digital, 2012). 

Com informações da Folha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas