Panela velha é a que faz comida boa? Glauber Britto ensina a escolher o melhor recipiente para cada receita - Itupeva Agora

Agora

quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Panela velha é a que faz comida boa? Glauber Britto ensina a escolher o melhor recipiente para cada receita



  Você sabia que existe uma panela correta para cada tipo de preparo de uma receita? Respondendo essa pergunta e confirmando se é a ‘panela velha que faz comida boa’, o youtuber Glauber Britto, criador do canal Champagne com Dendê, fala do assunto e ensina como a escolha do melhor recipiente pode dar um toque especial para a refeição.


“Existem panelas específicas para cada tipo de preparo e uso de alimentos, por exemplo a cebola não pode ser feita em qualquer vasilha por ser oxidante e tem recipientes que não suportam”, adianta o youtuber, que é conhecido na web por levar o tema gastronomia de forma simples, elegante e acessível para todos. Ele, inclusive, é criador do quadro ‘Receita de uma panela só’, onde utiliza apenas um recipiente para preparar um prato pra lá de especial.


“As panelas que mais conservam o sabor são as de barro, ferro, titânio, esmaltado e cerâmica, as demais alteram levemente o sabor do alimento, mas não é algo muito grave que seu paladar vá sentir tanto a diferença”, completa ele.


Qual a melhor panela?


Para responder essa questão, Glauber diz qual é o tipo de material que não acha tão interessante: "A panela de inox não é tão boa. Ela libera níquel em pequenas quantidades para os alimentos. Dessa forma, é bom evitar o preparo de alimentos ricos em enxofre, como brócolis, couve-flor, repolho e cebola, que aumentam a migração do níquel. Panelas de inox não são indicadas para fazer frituras porque esse procedimento aumenta a migração de níquel da panela para o alimento".


E a panela de pressão: qual é o segredo?


Assim como muitos, Glauber também confessa um certo 'medo' ao lidar com a panela de pressão. Porém, o apaixonado por gastronomia dá a dica: "Sempre troque a borracha da tampa, que é a peça fundamental para uma excelente vedação, e use a quantidade certa de líquido para o cozimento, pois se usar uma quantidade menor esse líquido pode evaporar rápido e criar muito ar na panela e aí sim vir a explodir".


Panela pode ir para a mesa?


É até charmoso levar uma panela bonita para a mesa, não é mesmo? Glauber aprova a ideia e dá a dica: "As panelas que podem ir direto são as de barro, pedra sabão, ferro e titânio. Isso porque existem comidas que depois de prontas não ficam legais se forem transferidas para recipientes, então a ideia é servir direto na panela e ficam bonitas postas a mesa. Temos como exemplo uma boa moqueca em uma panela de barro".


Mais dicas de panelas:


E será que a panela velha é a que faz comida boa, como diz o ditado? Glauber conta que isso faz sentido sim: “Têm panelas que quanto mais velhas, melhor ficam. As panelas de ferro, que são muito usadas em roças onde ainda se tem fogão a lenha são assim”.


O Youtuber lista qual panela combina melhor com cada tipo de receita:


Grelhados e frituras: titânio ou teflon, pois dispensam óleo. Porém o teflon tem que estar bem conservado.


Caldos e sopas: escolha panelas de cerâmica ou barro, pois conservam mais o calor.


Carnes e cozidos: panelas esmaltadas dão um bom resultado além de não liberar toxinas mesmo em cozimentos mais longos.


Arroz e acompanhamentos: a panela de alumínio pode ser uma ótima opção, desde que não se utilize alimentos ácidos como cebola, brócolis e couve.


Legumes e verduras: prefira panelas com opção de cozimento a vapor. Assim os vegetais mantém todas as suas capacidades nutritivas.


Feijão e molhos: para cozinhar feijão, prefira as panelas de ferro para dar uma incrementada na absorção de ferro da sua família. Ela também é indicada para molhos por conservar a temperatura.





Sobre o quadro ‘Receita de Uma Panela Só’:


Vivendo em um flat no Brasil, Glauber Britto tinha pouco espaço e apenas duas panelas. Foi aí que o criativo youtuber teve a ideia de mostrar que é possível cozinhar sem ter necessariamente muitos aparatos. Com uma única panela ele fez receitas maravilhosas, rápidas e criou o quadro ‘Receita de Uma Panela Só’ no Youtube.


“Já fiz uma arroz com camarão que ensino como reaproveitar arroz que sobra, já fiz um macarrão rápido junto com o chef Guga Rocha , fiz shakshuka, um prato originário do oriente médio, já fiz camarão no curry, receita tailandesa e muitas outras receitas. No canal e no Instagram tem a Playlist de uma panela só”, conta ele.


Saiba mais sobre Glauber Britto:


Nascido em Vitória da Conquista (BA) é arquiteto, jornalista e amante de gastronomia. Já visitou mais de 35 países, algo que o motivou a fazer um diário de bordo com todas as suas experiências e imagens de todos os cantos por onde passou. Em 2019, começou a compartilhar suas experiências escrevendo e relatando as histórias em colunas assinadas nos portais "Farol da Bahia" e "Viagem e Gastronomia". Atualmente, além de influenciador digital, comanda também o canal "Champagne com Dendê" no Youtube, onde leva conteúdo por meio de entrevistas e dicas de gastronomia, moda, viagem e lifestyle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias relacionadas